Traduzir

Pesquisar

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Caminhão provoca acidente que envolve quatro carros e três motos

Uma mulher, garupa de uma moto foi arremessada do viaduto de uma altura de 30 metros

Riselda Morais



    Um caminhão baú provocou nesta quinta-feira (29), por volta das 12h, um acidente grave que envolveu quatro carros e três motos no Viaduto Engenheiro Alberto Brada, que liga a marginal Tietê a Avenida Aricanduva na Zona Leste da capital.
Segundo um dos motoristas envolvidos o caminhão baú estava em alta velocidade, o motorista do caminhão bateu em seu carro (prata), o empurrou até que ele invadiu a contramão do Viaduto e fugiu. Em seguida, outro carro atingiu um carro preto, que atingiu um terceiro veículo. Um motociclista tentou desviar dos carros e bateu na lateral do viaduto provocando a queda da garupa.  Monique Silva, de 29 anos, estava na garupa de uma das motos e foi arremessada do viaduto de uma altura de cerca de 30 metros, caindo na Rua Alfredo de Franco. Foi levada em estado grave, pelo helicóptero Águia para o pronto-socorro do Hospital Tatuapé, mas não resistiu e foi a óbito.
Outras três pessoas ficaram feridas mas o estado de saúde não foi divulgado. 
O motorista do caminhão ainda não foi localizado.


PMSP anuncia concessão para vinte e dois cemitérios e um crematório

Riselda Morais

   O início do programa de concessão de 22 cemitérios e um crematório para a iniciativa privada foi anunciado nesta sexta-feira (23). As empresas que tiverem autorização para administrarem os cemitérios poderão cobrar das famílias, taxas anuais por jazigo que poderão variar entre R$ 200,00 e R$ 600,00.
O edital de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) foi publicado no sábado (24) no Diário Oficial do Município. A partir da identificação de interessados, serão feitos estudos sobre os modelos de concessão, que irão privilegiar segurança e o aumento do número de jazigos por área, com a implantação de gavetas verticais de até três caixões por túmulos verticais.
A cidade de São Paulo registra cerca de 85 mil óbitos por ano (75 mil residentes e 9 mil de outras cidades). Destes, cerca de 45 mil sepultamentos e 10 mil cremações são realizados pelo serviço público municipal. Para atender essa demanda, o serviço municipal possui cerca de 350 mil jazigos e 118 salas de velório. Em 2015, a receita com os cemitérios públicos da cidade chegou a R$ 43 milhões e os custos a R$ 51 milhões.
Segundo o secretário municipal de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit a gestão irá manter o serviço gratuito para pessoas que não tiverem condições de pagar. “Vamos garantir a gratuidade para quem não possa pagar. Quem hoje não paga e não pode pagar. Vamos garantir a gratuidade para a população carente”, afirmou Poit. 
A expectativa da Secretaria de Desestatização e Parcerias é que a concessão dos serviços cemiteriais gere investimentos e o pagamento de outorgas da ordem de R$ 1 bilhão.

Festas Juninas - Por Riselda Morais



Eis que junho começou,
a sanfona vai soar,
com forró e arrasta pé,
nós vamos comemorar.

Ao santo casamenteiro,
vamos reverenciar,
com treze noites de reza,
para a moça se casar.

Se está desesperada,
e pretende colocar,
o santo de ponta-cabeça,
para um marido arrumar.

Santo Antonio avisou,
que aprendeu a nadar,
por isso não adianta,
na água lhe mergulhar.

Para despertar São João,
os fogos vamos soltar,
dançar a noite inteira,
comer e bebemorar.

A festa é muito animada,
é uma dança popular,
e durante a quadrilha,
as damas vão coroar.

Troca a dama e o cavalheiro,
todos vão se cumprimentar,
pegar o caminho da roça,
e um grande circulo formar.

E viva o apóstolo Pedro,
para o santo vamos gritar,
acender uma fogueira,
e o pau de sebo escalar.

Tem forró e tem baião,
tem xote e tem xaxado,
quermesse e tem quentão,
batata e milho assado.

Espera moça bonita,
o correio elegante chegar,
já tens um pretendente,
que está a te paquerar.

Esta é uma tradição,
do nordestino arretado,
comemorar com paixão,
dançar forró arrochado!

Poesia registrada, permitida a reprodução desde que citado o nome da autora.

Fênix - Por Riselda Morais



Deixa em dúvida a existência
simbolizando a imortalidade
com força, poder e resistência
viver quinhentos anos de idade

A perguntar-me ainda estou
se és um mito ou és verdade
se em teu vôo transportou
o leve brilho da felicidade

Hoje olhei para o alto
a fênix passou voando
das cinzas vai ressurgir
sabe-se lá, onde e quando?

Se és mítica ave de fogo
ou espiritual renascimento,
como concebes outra vida
se da tua é ultimo momento?

Te consomes pelas chamas
por paixão ou por amor
o corpo que já não amas
raios de luz emanou

No tempo há circularidade
e em tudo há renovação
a vida é continuidade
desde a concepção

Ser cada vez melhor
isto é transformação
acompanhada ou só
sofrer é uma opção

A força interior
é que faz a diferença
na hora de enfrentar
novo ciclo de existência

Quem está apto a mudar
triunfa com consistência
mas quem se acomodar
vai sofrer por persistência

Queimar os preconceitos
rever todos os valores
fogo nos velhos conceitos
nos faz ser superiores

Ao ter o pensamento
voltado ao renascer
se tem o sentimento
de plenitude do ser

Ave de penas brilhantes
de forte e linda cor
de renascer semelhante
ao ciclo de vida do amor!

Poesia registrada, permitida a reprodução desde que citado o nome da autora.

Mãe e filho são presos por estelionato no bairro da Mooca

Riselda Morais

    Na tarde da sexta-feira (23), a Polícia Civil prendeu no bairro da Mooca, Zona Leste da capital paulista, mãe de 45 anos por estelionato e  o filho de 19 anos por receptação.
Após detectar a fraude que a dupla cometia em compras via internet e o endereço que receberia 14 produtos, os investigadores do 63º DP de Vila Jacuí realizaram a diligencia, indo até o local apreenderam sete celulares, cinco jogos eletrônicos, um notebook, um colar e um relógio de pulso e prenderam o criminoso que recebia os pacotes e assinava em nome de terceiros a pedido da mãe.
Segundo informações da polícia, os objetos apreendidos foram devolvidos à empresa responsável pela entrega e as investigações prosseguem. 

Presa quadrilha que vendia carnes vencidas em comércios da Zona Leste

Riselda Morais

    Na segunda-feira (20), os policiais civis da 1ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Infrações Contra o Consumidor prenderam  dentro de um frigorífico clandestino na Rua Doutor Virgílio Machado, no bairro do Cangaíba, três membros de uma quadrilha que reembalavam carnes vencidas, que deveria ser descartada e vendiam nos comercios de pequeno e médio porte da Zona Leste.
O gerente de um dos mercados da região que vendia a carne do frigorífico clandestino também foi detido.

Preso no Itaim Paulista dono de fábrica clandestina de balões

Riselda Morais

    Na quinta-feira (22) a Policia Civil prendeu um homem de 50 anos por crime contra o meio ambiente. 
Os agentes da Delegacia de Investigações sobre Produtos Controlados, do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), localizaram  a fábrica clandestina de balões nas dependências de uma oficina mecânica na Rua Antônio João de Medeiros, onde encontraram um caminhão que continha um enorme balão, diversas ferramentas e uma “cangalha” - apetrecho utilizado como o suporte, onde é colocado o fogo nos balões.

Preso na Zona Sul, homem que extorquia mulher com vídeo erótico

Riselda Morais

       Na tarde da quarta-feira (21) a Polícia Civil deteve no bairro de Cidade Dutra, Zona Sul da capital paulista, um homem de 34 anos que chantageava  e extorquia uma mulher com um vídeo erótico. A vítima denunciou aos investigadores do 92º DP Parque Santo Antonio que depois de ter enviado o vídeo erótico, o criminoso passou a exigir dinheiro e a ameaçá-la para que ela mantivesse relações sexuais com ele, prometendo excluir o vídeo. 

     
Divulgação SSP/SP
A vitima transferiu R$ 2.000,00 para o criminoso e marcou encontro com ele como se fosse para manter relações. No lugar marcado os policiais abordaram o veículo e prenderam o meliante em flagrante por extorsão.

Mulher dá a luz no terminal de ônibus Vila Carrão e abandona bebê no vaso sanitário

Riselda Morais



   Na noite desta segunda-feira (26), uma mulher deu a luz a um menino no banheiro do Terminal de ônibus de Vila Carrão, Zona Leste da capital paulista e abandonou o bebê no vaso sanitário.
Segundo testemunhas, ao ouvirem o choro do bebê, o retiraram de dentro do vaso e acionaram a Polícia Militar. 
Os funcionários da empresa Socicam, que presta serviço no terminal socorreram a criança que logo depois foi encaminhada para o Hospital Municipal do Tatuapé e passa bem.
Segundo a Polícia Militar a mãe da criança foi localizada dentro de um ônibus na Avenida Rio das Pedras, região de São Mateus. Ela é moradora de rua e foi encaminhada a um pronto-socorro da região.
Segundo informações a avó da criança não aceitou a gravidez da filha e não quer a responsabilidade de criar a criança. O menino será encaminhado para passar pelo processo de adoção.

Viciados em crack ocupam parque Linear Zilda Arns em Sapopemba

Riselda Morais



    Os moradores de Sapopemba, nas proximidades do Parque Linear Zilda Arns reclamam que cerca de 30 usuários de crack estão ocupando uma área localizada entre a Avenida Vila Ema e a Rua Tolstoi de Carvalho na Zona Leste da capital. 
Segundo a denúncia dos moradores, os usuários ficam ao lado dos muros que separam as casas e duas barracas foram construídas no local.
Os moradores reclamam que o lugar está abandonado, pouco conservado, sem manutenção e os assaltos aumentaram na região, principalmente contra mulheres e no período da noite.
Os moradores pedem atenção das autoridades e da atual gestão para resolver o problema na região.

Bandidos incendeiam ônibus com coquetel molotov no Itaim Paulista

Riselda Morais




      Na noite da segunda-feira (26), um ônibus municipal foi incendiado no bairro de Itaim Paulista, na Zona Leste da capital paulista.
Segundo relato de testemunhas,  por volta das 23h, dois indivíduos desceram de um carro escuro na Rua José Alves Coelho, região do Jardim Anélia, abordaram o coletivo e ordenaram a saída do motorista, cobrador e passageiros, logo depois atearam fogo lançando um coquetel molotov. Ninguém ficou ferido e até agora nenhum dos bandidos foram presos.

 O caso foi registrado no 50º Distrito Policial  de Itaim Paulista.

Maior parque de diversões da capital está em Itaquera, Zona Leste da capital, desde 1987

Riselda Morais



  O maior parque de diversão da capital paulista, Parque Marisa está fixo em Itaquera desde o ano de 1987. O parque foi fundado em 1973, contava com apenas dois brinquedos e passou 15 anos como intinerante, passando um mês em cada lugar.
O Marisa resistiu ao tempo, se fixou para enxugar despesas e depois que os grandes parques, entre eles o Playcenter fecharam, o Marisa se tornou o maior Parque de diversão da capital, possui 21 brinquedos, sendo 12 infantis entre eles o Carrossel e o carrinho de bate-bate e 09 adultos, entre eles a roda gigante, o disco, Turbo Drop e o Barco Viking, além de jogos de bilhar americano, argolas, pescaria e tiro ao alvo.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Há Amores - Poetisa Riselda Morais


Há amores que marcam os contornos
amores com idas, vindas, retornos
há amores levados pelo vento
amores que doem, sangram, é só lamento

Há amores curados pelo tempo
amores vivendo o contratempo
amores que absorvem os pensamentos
e outros confundindo os sentimentos

Amores que em remota noite, recordo
há amores que trazem a insônia a bordo
os que sob o céu estrelado são vividos
outros impossíveis, que nos tiram sentidos

Há amores que passeiam pela rua
os que param e admiram a lua
os amores que partem são saudosos
corações ficam partidos, olhos chorosos

Há amores que terminam soluçando
outros há, tão intensos, se deliciando
também aqueles silenciosos, se calando
outros há, que no peito alto estão gritando

Amores vividos ao luar
amores grandiosos como o mar
é verdade que todos são amores
provocando arrepios e tremores

Tudo que é amor é bem sentido
presente pelo universo consentido
inspiração de meu verso, presumido
é sentimento em fogo consumido

Seja o amor que faz o coração doer
que o consola ou que o faz chorar
faz os lábios sorrir, o corpo estremecer
que faz gemer e os olhos forte brilhar

Do amor, o toque e os sons
o perfume, a beleza e os tons
a intensidade dos sonhos ao vento
luz do luar, corpo, alma e pensamento!

Poesias registradas, permitida reprodução desde que citado o nome da autora.

Ecoponto construido há mais de um ano continua fechado e em estado de abandono

Descarte de lixo as margens do córrego e nas calçadas da Avenida Gamelinha poluem, obstruem bueiros e provocam alagamentos!
Riselda Morais

Ecoponto da A. Dr. Bernardino de Brito da Fonseca

Entulhos são jogados as margens da avenida e do córrego
  
Local sofre com os alagamentos a cada chuva
    Enquanto o Ecoponto da Avenida Dr. Bernardino de Brito da Fonseca altura do número 1000, bem em frente a pista de caminhada, permanece fechado e em situação de abandono, muitos moradores das proximidades estão descartando lixo domestico, móveis velhos, entulho e até animais mortos as margens do córrego Gamelinha.

O lixo descartado provoca muitos transtornos, desde atrapalhar os transeuntes que passam pelas calçadas, os frequentadores da pista de caminhada, até poluir os rios, obstruir os bueiros que a cada chuva não permitem o escoamento das águas e como consequencia a Avenida alaga, ficando intransitável.
A falta de conscientização de moradores que jogam lixo em toda a extensão do córrego Gamelinha e nas calçadas da Av. Dr. Bernardino de Brito da Fonseca  provoca consequencias muito desagradáveis para a maioria. 
"Pessoas sem consciência realizam descarte de lixo doméstico, móveis velhos, animais mortos e entulhos, muitas vezes obstruindo até parte da pista de caminhada que está localizada ao lado do córrego, reclamam os frequentadores do local.
      Todo o lixo descartado nas margens  do córrego e nas calçadas da avenida, acaba obstruindo os bueiros e contribuindo com os alagamentos que são frequentes na avenida a cada chuva forte e ainda contribui com a poluição do córrego e de outros rios nos quais o córrego deságua. Enquanto a população se comportar com esta falta de consciência e sem pensar no bem coletivo, será impossível despoluir os rios da cidade.
 “Muitos valores precisam ser resgatados, incluindo noções básicas de uma boa educação familiar e escolar, que contemple ensinar, desde muito cedo as crianças,  respeito as pessoas, ao meio ambiente e a vida. Para quem já viveu mais, surpreende o fato de ver pessoas, que não demonstram ter o menor cuidado com o bem estar coletivo”, diz  Antonio que é frequentador da pista de caminhada e sugere “Talvez uma campanha de concientização ou multas pesadas seja a solução do problema não só aqui na região de Vila Matilde, mas em toda São Paulo onde o desrespeito de alguns acaba prejudicando muitos que nada tem a ver com esta falta de educação de poucos”, afirma.
      Todo este transtorno já poderia ter sido evitado, se estivesse em funcionamento o Ecoponto que foi construido na gestão passada e há mais de um ano está fechado, em estado de abandono, nele apenas o mato crescendo. 
      Ao lado do Ecoponto, foi construido e parece abandonado um banheiro público em frente a pista de caminhada.
       A Prefeitura Regional Penha informou que está aguardando a ligação de água (SABESP)  e luz (Eletropaulo), necessários para operacionalizar o Ecoponto. Disse ainda que ações de vandalismo, como os constantes roubos de fios no local inviabilizaram e atrasaram os serviços. 
Questionada quanto ao banheiro público fechado a Prefeitura Regional Penha esclareceu que “o mesmo encontra-se fechado como medida contra o vandalismo e a insegurança, pois é necessária vigilância permanente no local; Foi construido na gestão passada e se destinava ao público da pista de Cooper. No entanto, devido a depredações e o roubo da caixa d’água, torneiras e vasos sanitários, foi preciso fechá-lo momentaneamente até que se faça sua manutenção”. 
Resta a população esperar... até quando Prefeitura Regional Penha?


Amor Verdadeiro - Poetisa Riselda Morais

É sempre em ti que penso
é sempre a ti que imagino
Sinto um amor imenso
num coração pequenino

É um grande amor que nasce
Amor eterno nunca morre
tão certo que ele renasce
quanto o sangue na veia corre

É amor que vem da alma
no espírito o amor está
consigo ele traz a calma
sereno sempre estará

Está em todos os sentidos
na realidade e no sonhar
nos desejos incontidos
no viver e no lembrar

Sentido de todo jeito
do tamanho do universo
guardado dentro do peito
escrito em forma de verso

Tão lindo que só eu sei
tão forte que eu confesso
por muito tempo lutei
para esquecer com insucesso

Foi então que decidi
ouvir o que o amor diz
suavemente senti
o amor me fazer feliz

Deixei de usar o “Eu”
em “Nós” passei a pensar
E nos sentimentos “Meus”
Dos “Teus” estava a falar

Dois seres e dois amores
diferentes formas de amar
dois mundos de mesmas cores
vieram se unificar

Quando amores verdadeiros
conseguem se encontrar
ambos são muito guerreiros
ninguém pode separar

Tomando o mesmo sol
respirando o mesmo ar
vivendo como um só
e admirando o luar!

Poesias registradas, permitida reprodução desde que citado o nome da autora.













Molho de tomate com pelo de roedor acima do limite máximo de tolerância é recolhido só no final da validade

Heinz Brasil comunica recall de molho de tomate, por conter fragmentos de pelo de  roedor acima do limite máximo de tolerância, só dois meses antes do vencimento!

Riselda Morais

 


       Só agora, dois meses antes do vencimento do lote é que a Heinz Brasil comunicou o recolhimento do lote 2520:54 M3-1 do molho de tomate com pedaços, embalagem sache (pouch), com conteúdo líquido de 340g.
O lote foi fabricado em 25/01/2016 e tem validade até 25/07/2017, durante todos estes meses este produto estava sendo vendido normalmente e a população consumindo sem saber que neste produto, mais uma vez, tem fragmentos de pelos de roedor acima do limite máximo de tolerância, conforme determinado na Resolução da Diretoria Colegiada - RDC 14/14. 
Faltando apenas dois meses para o vencimento do produto, provavelmente a maior parte do lote já foi consumido.
A RDC 14/14, é a resolução que define o que deve ser considerado matérias estranhas em alimentos indicativas de riscos à saúde humana e/ou as indicativas de falhas na aplicação das boas práticas na cadeia produtiva de alimentos e bebidas e fixa seus limites de tolerância. Se aplica aos alimentos, inclusive águas envasadas, bebidas, matérias-primas, ingredientes, aditivos alimentares e os coadjuvantes de tecnologia de fabricação, embalados ou a granel, destinados ao consumo humano.
Para o extrato de tomate a RDC 14/14 determina que 100 gramas de molho de tomate pode ter até dez fragmentos de insetos como formigas, moscas e aranhas e/ou um pelo de rato de roedor.
Lamentavelmente, ainda temos que tomar conhecimento que em nosso alimento há restos de insetos, pelos de roedores e outros tipos de matérias que não aceitamos no alimento feito em casa, que nos enoja só de imaginar. Bom seria se o limite tolerado fosse zero. Mas infelizmente existem indústrias que não se atentam ao controle de qualidade e a inspeções, mantem este gargalo na produção que desvaloriza a marca e chega ao ponto de oferecer risco à saúde do consumidor.
A Heinz Brasil disponibilizou o telefone 0800 773 7737 para a troca do produto.
O Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, orienta os consumidores sobre seus direitos. A empresa deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor. 
O que diz a lei: 
O Código de Defesa do Consumidor (CDC), em seu artigo 10, estabelece que: “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.
§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários.” 

Os consumidores que tiver algum problema causado pelo produto poderão solicitar, por meio do Judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos. 

Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada e SP tem público ampliado

Riselda Morais



  A Campanha Nacional de vacinação contra a gripe foi prorrogada até o dia 09 de junho. 
A expectativa da campanha era imunizar 90% das 54,2 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo, até a sexta-feira (26/05)  mas até a quinta-feira (25) apenas 63,6% deste público havia sido vacinado. Para tomar a vacina contra três sorotipos da gripe, H1N1, H3N2 e Influenza B basta procurar um posto de saúde.
Segundo dados do Ministério da Saúde 19 milhões de pessoas ainda não se vacinaram. Entre os grupos que podem se favorecer com a vacina, quem menos se vacinou foram as crianças com 49,9%;  gestantes com 53,4%, trabalhadores de saúde 64,2% e professores 60,2%; já entre os grupos com maior cobertura os idosos são os mais cuidadosos com 72,4%; mulheres que tiveram bebê  e estão no periodo de até 45 dias após o parto 71,2% e indígenas com 68,6% de cobertura.
Podem receber a vacina pelo SUS: 
Crianças de 6 meses a menores que 5 anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); Gestantes; Puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto); Idosos (a partir de 60 anos); Profissionais da saúde; Povos indígenas; Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional; Portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade; Professores de escolas públicas ou privadas.
No estado de São Paulo, o Governador Geraldo Alckmin anunciou na sexta-feira (12/05) que o público-alvo foi ampliado. 
Terão direito a imunização, com postos de vacinação em seus locais de trabalho, policiais civis e militares, bombeiros e profissionais que atuam em Defesa Civil, Correios, Poupatempo, Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e Defensoria Pública. Para a imunização destes novos grupos, o Instituto Butantan, responsável pela produção da vacina, disponibilizou 600 mil doses da vacina.

“Cracolândia” um problema de segurança, social e de saúde pública

Riselda Morais

         A operação na cracolândia deflagrada no domingo (21) pelo Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo contou com o apoio das Policias Civil e Militar e terminou com 53 detidos.
Há anos a cracolândia é o submundo da capital paulista, local de onde o cidadão comum foge, tem medo de passar pelas ruas próximas e onde as pessoas viciadas se suicidam aos poucos através do vício das drogas. Um problema crônico, social, de segurança e de saúde pública. As recentes ações fazem parte do Programa Redenção da Prefeitura, sob a gestão do Prefeito João Doria.
Programas anteriores não tiveram sucesso. O primeiro foi o “Nova Luz” criado na Gestão de Gilberto Kassab cujo objetivo foi oferecer incentivos fiscais as empresas da região. O segundo programa foi o “De braços Abertos” criado em 2014 pelo prefeito Fernando Haddad com base em um acordo com os moradores de 147 barracas da rua Helvetia e Dino Bueno. O programa que foi finalizado na gestão atual ofereceu moradia aos usuários em sete hoteis com três refeições diárias e oportunidade de trabalho ganhando R$ 15,00 por dia, além de tratamento contra o vício com acompanhamento. Entre as 513 pessoas beneficiadas a redução do consumo de drogas foi reduzido de 50% a 70%. Foram cadastrados 307 homens, 169 mulheres e 37 crianças, destes 49 atuaram em frentes de trabalhos, 260 em serviços de varrição e 25 no projeto “Fábrica verde”.
Cinco dias depois da ação do Programa “Redenção” a cracolândia deixou de ocupar o quadrilátero formado pelas ruas Helvétia, Barão de Piracicaba, Duque de Caxias e Alameda Cleveland, se espalhou por 23 lugares na região central, do Minhocão à Avenida Paulista.O fluxo na praça Princesa Isabel e na praça da Sé dobrou de tamanho e tem agora a maior concentração de usuários de drogas. 
Na tarde da segunda-feira (22), o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, compareceu ao Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico  (Denarc) para parabenizar os policiais que comandaram a ação.
“Estou aqui para parabenizar as nossas forças, a Polícia Civil e a Militar, pelo excelente trabalho que foi feito na data de ontem. Um trabalho extremamente bem planejado, que fez com que tivéssemos uma operação bem sucedida, sem nenhum dano colateral grave em relação à integridade física de qualquer um dos envolvidos, sejam os usuários de entorpecentes, os traficantes ou os policiais que participaram da ação”, ressaltou Mágino.
Segundo o diretor do Denarc, Ruy Ferraz Fontes. Dos 53 detidos, 48 eram traficantes, dois foram presos pela Polícia Militar por roubarem uma padaria e três são adolescentes que foram apreendidos também por tráfico. 
Ainda segundo o diretor do Denarc que apresentou o relatorio, as investigações começaram em outubro, um mês após outra operação realizada no local, e contaram com a participação de um policial civil infiltrado, que filmou os varejistas por cerca de 30 dias agindo dentro de suas barracas.  
Além das prisões, foram apreendidos 12,3 quilos de crack, 6,5 kg de maconha, 655 gramas de cocaína, 6g de haxixe, 18g de ecstasy, dois micropontos de LSD, 2 kg de lança-perfume, além de R$ 49.611,35, dois revólveres e três pistolas. 
Participaram da ação 976 agentes, sendo 480 policiais civis do Denarc, Decap (GOE), Demacro (Garra), Deic (Garra/GER) e helicóptero Pelicano (SAT) e 496 policiais militares do patrulhamento da área e dos batalhões do Comando de Choque (CPChq), além do helicóptero Águia (GRPAe). 
O policiamento na Cracolândia e entorno ganhou um reforço de 80 policiais militares, além dos 120 que já atuam na área. O efetivo de reforço veio do Caep (Companhia de Ações Especiais de Polícia) e do Choque – Cavalaria e Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam). 
Muito criticada por uns e aplaudida por outros, a ação do Programa Redenção tem médicos, o Ministério Público e a Defensoria contra a internação compulsoria dos viciados, além disso, a secretária de Direitos Humanos Patrícia Bezerra, que era vereadora pelo PSDB, entregou o cargo por discordar das operações na cracolândia.
Na noite da sexta-feira (26) a Justiça autorizou a prefeitura de São Paulo a levar usuários de drogas compulsoriamente para o médico, se o médico considerar necessária a internação compulsória, é preciso uma autorização judicial, procedimento que já é adotado.  A decisão é do juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública, Emílio Migliano Neto, que atendeu o pedido de tutela antecipada da prefeitura. 
No domingo(28) o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) cassou a liminar que autorizava a busca e apreensão de usuários de drogas da Cracolândia . A PMSP pretende recorrer.

A corrupção e suas consequencias sociais

Brasileiros sofrem os efeitos danosos da corrupção no País

Riselda Morais


           O Brasil tem vivido um verdadeiro furacão, cujos ventos da corrupção tem derrubado os alicerces políticos, destruido o mercado financeiro, tirado o pouco que os brasileiros tinham de acesso a educação, abandonado o falido sistema de saúde e aumentado o desemprego em todas as regiões do País.
Abandonados os princípios da moralidade e da legalidade, o que deveria ser governança e transparência transformou-se em uma desventurada ameaça a população, envolta a um mar de lama contaminada pelo egoísmo, ganância, desrespeito, imoralidade e falta de ética, alimentados pela ambição e fome de poder a qualquer custo. “Duela a quien duela”. E dói mesmo ver o País tendo seus recursos desviados, usurpados, desperdiçados enquanto a população sofre com a inflação, o aumento da pobreza, o desemprego, a falta de acesso à saúde, a educação, a má qualidade no transporte.
No mundo das cifras, onde se fala de milhões e bilhões, corruptos e corruptores se favorecem de propinas, fazem mal uso do dinheiro público e superfaturam obras. A única lei que percebe-se aplicada no danoso mundo da corrupção formado por presidentes, ministros, senadores, deputados, governadores e prefeitos é a “lei de Gerson”, segundo a qual deve-se sempre “levar vantagem em tudo”.
 O lamaçal da corrupção está presente em todas as formas de poder visando o enriquecimento ilícito e deixando que cada brasileiro se pergunte: - No final ficará alguém? - Nosso voto lhes deu o poder... somos vítimas ou cumplices?
 Há os que obtem valores que não são devidos através de favorecimentos. Há político que paga pelo voto. Há funcionário que lança mão do dinheiro público. Há quem compre o silencio do outro. Há negociatas de todos os tipos em troca de apoio político. Há os que querem o poder a qualquer custo. Há os que já tem o poder mas são capazes de tudo para se manter nele. Há os que já são muito ricos mas querem cada vez mais dinheiro. Há os que vieram de bases menos favorecidas e visam enriquecer. Só não sabemos se há alguém que vise governar o País com dignidade, respeito a população, que aplique o dinheiro público nos direitos fundamentais, direitos sociais básicos garantidos pela Constituição ao cidadão como educação, saúde, emprego, transporte e habitação.
O brasileiro é cúmplice quando pensa eu faria o mesmo ou quando em pequenos atos diários também só tenta levar vantagem. 
É vitima quando vota na esperança de um Brasil melhor e recebe serviços públicos ineficazes. Quando ao tentar uma colocação no mercado de trabalho não consegue; quando vê-se desempregado tendo que pagar água, luz, alimentar a família, e quando não consegue pagar o aluguel é despejado, lá se vai uma família para debaixo de uma ponte; quando tenta colocar os filhos na creche e não tem vaga; quando não tem vaga na escola; quando não tem transporte escolar; quando um membro da família fica doente e ao procurar um hospital não tem pediatra, ginecologista, especialista de plantão; quando espera meses por uma consulta; quando espera horas para ser atendido; quando ao ser internado fica em uma maca no corredor do hospital. 
A corrupção no Brasil tem registros desde o século XVI no período da Colonização portuguesa, quando os funcionários públicos encarregados de fiscalizar contrabando e outras transgressões contra a coroa, ao invés de cumprir suas funções praticavam o comércio ilegal de produtos brasileiros como pau-brasil, ouro, diamante, especiarias e tabaco. 
Depois, em 1850, com o tráfico de escravos, estimulados por políticos como o Marquês de Olinda e o então Ministro da Justiça Paulino José de Souza, ao comprarem escravos recém-chegados da África, usando-os em suas propriedades.
A corrupção eleitoral  vem desde o Brasil Império (1822-1889) quando o alistamento de eleitores era permitido apenas para aqueles que tivessem uma determinada renda mínima e ficou mais forte no Brasil República (1889) com o voto de “cabresto” quando um latifundiário apelidado de “coronel” impunha coercitivamente o voto desejado aos seus empregados, agregados e dependentes. Havia a venda de voto ao empregador e troca de voto por par de sapatos (no dia da eleição o eleitor ganhava um pé do sapato e somente após a apuração das urnas o coronel entregava o outro pé). 
A corrupção de concessão de obras públicas surgem no Brasil República quando Visconde de Mauá, recebeu licença para a exploração de cabo submarino e a transferiu a uma companhia inglesa da qual se tornou diretor.
Nas últimas décadas a corrupção se tornou mais visível aos olhos da população. Ela contaminou a política brasileira, os grandes partidos e grandes empresários em um jogo de favorecimento entre corruptos e corruptores com enriquecimento ilícito para uso próprio, para os partidos, para comprar apoio político, para comprar o silencio de delatores, para caixa 2  e fundos de campanhas políticas. Sendo mais percebida, tem sido mais combatida através das operações Anões do Orçamento (década de 80 e início dos anos 90); Jorgina de Freitas (1991);  Juiz Lalau e o TRT-SP (1992-1998); Banestado (1996); Banco Marka (1999); Vampiros da Saúde (1990-2004); Navalha na Carne (2007); Zelotes (2015); Fundos de Pensão (2015); e a Operação Lava Jato que já dura mais de dois anos e tornou-se a maior operação de combate a corrupção da história do Brasil.

Hoje o Brasil sofre as graves consequencias da corrupção e a população vai para as ruas protestar, mostrar sua insatisfação e indignação em um clamor coletivo e  moral pela transparência e responsabilidade da coisa pública. Cabe a mídia e a população, cobrar mais, fiscalizar aqueles a quem deram o poder através da influencia e do voto.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Mãe és Fina Flor - Poetisa Riselda Morais



Mãe te amo porque és...
És a fonte da vida
e a flor mais linda
que Deus já criou
O mais belo canto
e o maior encanto
do mais puro amor

Mãe te amo porque és...
A luz mais divina
e a matéria prima
fúlgido, esplendor
é admirável a beleza
e magnífica a pureza
desse teu amor

Grande ensinamento
é este sentimento
que Deus te confiou
e com fidelidade
doas com felicidade
o verdadeiro amor

Mãe te amo porque és...
És pura emoção
és toda coração
Mãe és fina flor
és a generosidade
a grandeza e bondade
que emana o amor

Mãe, a fina flor
Do campo ou da cidade
com qualquer idade
tem grande valor
é estrela brilhante
que a todo instante
exala o amor !

Mãe te amo porque és...
Mãe todos os dias,
e todos os dias, 
vou te falar de amor
Não tens um só dia 
e minha alegria, 
é ter teu amor!

Banco do Brasil revoga processo licitatório para contratação de agências de propaganda

Riselda Morais

O Banco do Brasil informou em nota à imprensa que revogou o processo licitatório para contratação de agências de propaganda para a prestação de serviços de publicidade ao Conglomerado BB.
Segundo a nota, não foi comprovado que tenha havido vazamento ou favorecimento, mas foram identificadas evidências de conflito de interesse que não foi declarado previamente à comissão por um dos integrantes indicados por órgão externo para compor a subcomissão técnica, apesar dos integrantes da mesma terem assinado declaração de inexistência de conflito de interesse.
“Para evitar recursos administrativos e judiciais ou manter incerteza sobre a lisura e regularidade do processo com potencial dano à imagem do banco, o Conselho Diretor decidiu pela revogação do certame, exercendo a prerrogativa prevista na Súmula 473 do Supremo Tribunal Federal”, esclarece.

Danilo Gentili faz show beneficente para a Casa de David

Riselda Morais


   O apresentador e humorista Danilo Gentili, fez na sexta-feira (05), a partir das 23h, o show de Stand Up comedy do Danilo, no Teatro Gazeta, com toda a renda em prol da instituição Casa de David.
A Casa de David  cuida de mais de 300 pessoas com deficiencia física, intelectual e autistas. 

Testes antidoping serão realizados fora de competição no futebol brasileiro

Riselda Morais


     A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) promoverá, a partir do segundo semestre deste ano, testes fora de competição no futebol brasileiro. Atualmente, os jogadores são testados regularmente durante os principais campeonatos realizados no Brasil.
Para o secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem, Rogério Sampaio, esta ação trará total eficiência ao futebol brasileiro no que diz respeito ao combate do doping.
“A importância desses testes fora de competição é enorme”, comemora Rogério Sampaio. “O futebol brasileiro segue as regras da WADA (Agência Mundial Antidoping) em períodos de competição e com os exames fora de competição o esporte mais popular do Brasil ficará 100% adequado às exigências da WADA”, continua o secretário.
“É importante lembrar que todos os controles de doping realizados pela ABCD, tanto no futebol quanto em qualquer outra modalidade, serão disponibilizados no ADAMS (Anti-Doping Administration and Management System, um sistema baseado na internet que permite fazer o gerenciamento e a administração do controle de dopagem em todo o mundo), seguindo, assim, as normas da Wada”, encerra o secretário.
Foi publicada nesta sexta-feira (12.05), no Diário Oficial da União, a Resolução Nº 53, de 11 de maio de 2017, que regulamenta a certificação de empresas para realização de controle de dopagem em âmbito nacional, bem como o procedimento para certificação.

Pela resolução, fica determinado que somente as empresas com certificação outorgada pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) estarão autorizadas a realizar as atividades de coleta de amostras em âmbito nacional.  Com informações do ABCD

Centenário da primeira Vila Operária do Brasil, Vila Maria Zélia terá um mês de festividades

Riselda Morais



   A primeira Vila Operária de São Paulo, Vila Maria Zélia, está comemorando seus 100 anos com festividades e luta para recuperar sua história e seu patrimônio.
As casas antigas no entorno da capela abriga descendentes dos primeiros moradores da antiga Vila Operária, fundada para abrigar os trabalhadores da Companhia Nacional de Tecidos de Juta, idealizada pelo dono da fábrica,  Jorge Street, nos tempos em que os moradores podiam nadar e pescar lambaris para o almoço no rio Tietê, onde as suas margens a Vila começava e se estendia até a Avenida Celso Garcia, Zona Leste da capital paulista.
Cem anos depois, 171 casas ainda fazem parte da Vila, os moradores e a Associação Cultural da Vila Maria Zélia estão tentando resgatar sua história para devolver a cidade de São Paulo um de seus patrimônios históricos até então abandonado.
As festividades do centenário da Vila, que tem inicio no sábado (06) e se estende por todos os finais de semana deste mês de maio, incluem debate sobre a história do bairro, desafios urbanos e de arquitetura; o papel do poder público; teatro e participação de atores implicados no processo de tombamento e restauração da Vila; lançamento do livro “Vamos falar do Belenzinho?”; Exposição; Caminhada Fotográfica; Inauguração do Centro de Memória Maria Zelia na antiga sapataria; Show de Marionetes; Serenata;  Leitura dramática - memórias do presídio da Ditatura Vargas, Vídeo na praça; no dia 20 a festa do centenário será na praça Jorge Street com Piquenique comunitário as 16h, música e bolo de aniversário.