Traduzir

Pesquisar

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Corinthians já admite uma mudança nos planos para receber a abertura da Copa do Mundo de 2014

Por: Riselda Morais




Presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, presidente do Corinthians Andrés Sanches, Prefeito Gilberto Kassab e o governador Alberto Goldman



A abertura da Copa do Mundo 2014 poderá ser no estádio do Corinthians em Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Durante coletiva de imprensa no terreno onde será construído o estádio, inicialmente projetado para 48 mil lugares, nesta segunda-feira (30/08) o presidente do clube, Andrés Sanches, declarou que o clube já possui uma engenharia financeira para aumentar a capacidade para o mínimo exigido pela FIFA que é de 65 mil torcedores.
“O Corinthians tem a engenharia financeira pronta para 48 mil lugares. Nas próximas semanas, iremos conversar com a Federação Paulista, a CBF e a FIFA para aumentar a engenharia financeira e tentar 65 mil”, afirmou Andrés Sanches, no terreno de Itaquera, onde será erguido o estádio Corinthiano, definido como sede paulista na Copa e deixou claro que o clube não terá dinheiro público na construção do estádio.
Ainda segundo o mandatário alvinegro, o projeto inicial tem um custo previsto de R$ 300 a R$ 350 milhões, mas para cumprir as exigências da FIFA para o local de abertura da Copa do Mundo, o custo do projeto aumentará no valor de R$ 170 a 180 milhões.
"Nós pensávamos em fazer isso em sete ou 10 anos, mas vamos rever pela necessidade de São Paulo. Nós dirigentes de futebol sempre falamos que a cidade não poderia ficar fora da Copa. Vamos nos adequar à engenharia financeira e com certeza São Paulo vai fazer inveja para todos. Principalmente, realizando o sonho dos corintianos, da casa própria", declarou Andrés, que afirma que o clube ganharia muito com o estádio e que poderia arcar sozinho na construção de mais 17 mil lugares. Outro ponto que Andrés fez questão de afirmar é que tudo que o Corinthians ganhou da Zona Leste durante todos estes anos, devolverá agora.
O prefeito Gilberto Kassab, o Governador Alberto Goldman e o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, estavam presentes e mostraram-se confiantes que com a construção do estádio do Corinthians a abertura da Copa do Mundo será feita aqui em São Paulo.
“Estamos neste momento, dando inicio as ações que vão viabilizar , não apenas o estádio do Corinthians, mas um grande estádio para a cidade de São Paulo e mais do que isso, um estádio para que possamos fazer a abertura da Copa do Mundo aqui na cidade de São Paulo”, disse Kassab e quando perguntado afirmou que "Se não der certo com o Corinthians, a abertura não será em São Paulo".
Goldman mostrou-se entusiasmado com a possibilidade de o estádio ser adequado as exigências da FIFA e declarou que isso está praticamente definido, mas que não utilizará o dinheiro público na construção do estádio.
"O dinheiro público só pode ser investido em obras que atendam à população, como obras de infraestrutura para dar suporte ao estádio", ressaltou. "A questão mais delicada e cara, que é o transporte de massa, o metrô, com o plano de expansão isso já ta resolvido, aqui a linha de metrô não precisa nada, absolutamente nada, o que nós vamos ver agora é o acesso para veículos, estamos perto da Jacú-pêssego, do Rodoanel, vamos sobrevoar a região e só depois saberemos como vamos fazer essa ligação”, afirmou o governador Goldman.
Entre as melhorias nas vias para veículos está prevista a ligação da Av. Radial Leste com a Av. Engº Adervan Machado, a conecção da Av. Itaquera com a via paralela a Radial Leste; Implantação de novas vias; Alargamento da Radial Leste; ligação da Nova Radial a Av. Águia de Haia e o binário da Av. Itaquera.

domingo, 29 de agosto de 2010

Defesa Civil decreta estado de ATENÇÃO por conta da baixa umidade do ar

Os dias quentes tendem a levar à redução da umidade do ar, o que aumenta o risco de queimadas e de problemas de saúde. Os bairros que não são arborizados, como a Mooca, são os que a qualidade do ar fica ainda pior.
A Defesa Civil faz algumas recomendações para evitar os transtornos da baixa umidade. A principal é que a população evite atividades ao ar livre e exposição ao sol entre as 10h e as 17h e não pratique exercícios entre as 11h e as 15h. É indicada a ingestão de bastante líquido para não sofrer desidratação.
A Defesa Civil alerta ainda as pessoas para que não façam fogueiras em terrenos baldios e vegetação seca, pois a baixa umidade relativa do ar pode aumentar os riscos de incêndio nas pastagens e florestas. Além de destruir a fauna e a flora, o fogo provoca o empobrecimento do solo e pode propagar-se em direção a indústrias, estabelecimentos comerciais e centros urbanos.
Nos meses que ocorrem poucas chuvas é comum que a umidade do ar fique reduzida, o que provoca um aumento nos níveis de dióxido de enxofre e material particulado, por causa das piores condições de dispersão. Isso propicia o surgimento ou o agravamento de doenças respiratórias, cardiovasculares e oculares.
A Defesa Civil mantém-se em observação ininterruptamente, para avaliar a necessidade da decretação dos estados de acordo com os índices da umidade relativa do ar, que é monitorado pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão municipal, responsável pela previsão meteorológica.
Evitar aglomerações, manter arejados os ambientes internos de casa e no trabalho, umidificar o ambiente com umidificadores, toalhas molhadas ou com recipientes de água são outras medidas que devem ser adotadas, quando existe queda da umidade do ar, e estão relacionadas no Programa Vigiar, da Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa/SMS).
De acordo com a umidade relativa do ar, o Plano de Contingência para Situações de Baixa Umidade, por meio de cada órgão envolvido, pode, em situação de alerta máximo, ou seja, abaixo de 12%, propor ao prefeito algumas ações, como a interrupção de atividades ao ar livre e a suspensão de atividades em locais com aglomeração de pessoas, como escolas, creches, shows, etc.
Este ano a cidade de São Paulo não apresentou índices de umidade inferiores a 12%. Na tarde do dia 24, a umidade relativa do ar atingiu 17%, índice que põe o município em estado de alerta.
Nas escolas, sempre que o índice de umidade relativa do ar fica abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é entre 40% e 60%, são distribuídas cartilhas de orientação e os educadores têm a responsabilidade de aplicar as determinações previstas em comunicado publicado em 2009, que está sendo republicado no Diário Oficial do Município.
A recomendação aos gestores educacionais é que em dias muito quentes evitem a exposição dos alunos em locais descobertos ou por períodos prolongados; desenvolvam atividades mais leves com os alunos durante as aulas de Educação Física; ofereçam várias oportunidades de hidratação aos alunos durante a jornada escolar; recomendem o uso do protetor solar e orientem sobre a importância da hidratação.

(BOX) Sem medidas preventivas, podem ocorrer os seguintes problemas:
1) Dores de cabeça e irritação nos olhos, nariz, garganta ou na pele;
2) Aumentam os riscos de transmissão de doenças respiratórias;
3) Aumenta o risco de desidratação;
4) Garganta seca, voz rouca, inclusive com possibilidade de inflamação da faringe;
5) Rompimento de vasos do nariz, provocando sangramento;
6) Maior facilidade de contrair conjuntivite viral, alérgica e síndrome do olho seco.
7) O aumento de poluentes reforça a pressão arterial, arritmia cardíaca, por isso os infartos são mais suscetíveis, principalmente em quem já tem problemas cardiovasculares.

Índices
Acima de 30% Observação
30% a 20% Atenção
20% a 12% Alerta
Abaixo de 12% Emergência


Serviço:
Coordenadoria Municipal de Defesa Civil - COMDEC
Tel.: 199
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU
Tel.: 192
Serviço de Atendimento ao Cidadão
Tel.: 156

Ação Social no Conjunto Oiti


Dr. Felipe Ronche realiza exame oftalmológico grátis


Enfermeira Márcia verifica a pressão de moradora do Conj. Hab. Oiti


25 Alunos da escola Embeleze realizaram cortes gratuitos

Parceria entre o Rotary Clube Vale do Aricanduva, Igreja Metodista, Escola Embeleze, Escola Teruya, Instituto Ação Sorriso, Almeida Santos e outras empresas realizaram neste sábado, (28/08) a Ação Saúde na Rua Goiti, para uma comunidade carente do conjunto Habitacional Oiti no bairro de Itaquera.
A ação social envolveu muitos voluntários que prestaram serviços de enfermagem, odontológico, oftalmologia, Cabeleireiros, doação de cestas básicas, sorteio de bicicleta e apresentações com música de artistas regionais.
O Instituto Ação Sorriso participou com a parte odontológica do projeto, apresentou um vídeo educativo para as crianças, voluntárias pintaram dentinhos no rosto das crianças, realizaram aplicação de flúor, deram orientação às crianças para fazer uma boa escovação e orientação aos adultos para prevenir o câncer bucal.
“ Este já é o quinto ano que realizamos o evento, nós começamos com esse evento lá no bairro de Artur Alvim, entendendo que essa é uma região carente e necessitada de várias coisas, especialmente do evangelho visto de uma forma integral, nós estamos ofertando aqui o evangelho na Ação Social, mas também na palavra do Senhor!”, disse o Pastor Roberto Pinheiro da Igreja Metodista.
Nas primeiras horas do evento, até as 12:00 hs já haviam sido atendidas 75 pessoas com corte de cabelo, 67 nos serviços de oftalmologia, 117 pessoas receberam orientação para uma boa escovação e como prevenir o câncer bucal e 67 pessoas verificaram a pressão e realizaram o exame de glicemia.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

SUSPENSÃO DA VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA



A Secretaria Municipal da Saúde suspendeu temporariamente a vacinação contra a raiva em cães e gatos no Município de São Paulo em decorrência das notificações de reações adversas ocorridas principalmente em felinos.
Nos dois primeiros dias da campanha foram notificados ao Centro de Controle de Zoonoses da Coordenação de Vigilância em Saúde 567 eventos adversos associados com a vacinação, sendo que 38% desses são considerados eventos graves. Esses eventos estão sendo notificados principalmente por proprietários de gatos e são caracterizados, sobretudo, por inapetência, apatia, febre, dor intensa e sonolência horas após a vacinação.O Centro de Controle de Zoonoses mantém, desde 2007, um Sistema de Vigilância de Eventos Adversos Pós-Vacinação, para viabilizar a realização da notificação, investigação, acompanhamento e a adoção de condutas adequadas e padronizadas, processo esse fundamental para identificar as ocorrências atípicas observadas nesses primeiros dias de campanha.
A suspensão temporária e preventiva se faz necessária para que o Município de São Paulo em consonância com a Secretária Estadual da Saúde, possa determinar a relação causal entre os casos notificados e a vacinação; especificar investigações adicionais, necessárias para a elucidação desses casos e a segurança da vacina.
A Secretaria Municipal da Saúde lamenta o ocorrido e solicita aos proprietários de animais que foram vacinados nos primeiros quatro dias de campanha que os observem e, caso apresentem alguns dos sintomas supracitados, 36 horas após a vacinação, que entrem imediatamente em contato com CCZ para mais informações: (11) 3397-8900/ 8957/8918/8916

terça-feira, 17 de agosto de 2010

21ª Bienal Internacional do Livro espera 700 mil visitantes - Por: Riselda Morais


Mauricio de Souza

Máquina de datilografia de Monteiro Lobato

A 21ª Bienal Internacional do Livro já recebeu mais de 160 mil pessoas, a expectativa é receber 700 mil visitantes até domingo, último dia do evento. O frio não foi obstáculo para milhares de visitantes que estiveram no Anhembi, no primeiro final de semana de realização da 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Além de conhecer as novidades de todos os estandes, as pessoas também buscaram autógrafos de grandes nomes presentes, entre os quais Ziraldo, Maurício de Souza e Padre Marcelo e assistiram aos eventos culturais.
O evento, que vai até 22 de Agosto, tem um espaço especialmente dedicado à lusofonia, com uma série de debates sobre a difusão e o ensino da língua portuguesa no mundo.
A Bienal do Livro reúne 220 convidados, 350 expositores com 2,2 milhões de exemplares de 220 mil títulos, o que representará a mais extensa, diversificada e representativa edição da história do evento.
Pelos 60 mil metros quadrados da Bienal, área equivalente a 10 campos de futebol, deverão passar cerca de 700 mil visitantes, segundo expectativas dos organizadores.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Animais de estimação devem ser vacinados contra a raiva



Riselda Morais com o gato Mimi


Campanha contra a doença será de 16 a 29 de agosto; a vacina é de graça


Será realizada no período de 16 a 29 de agosto a Campanha de Vacinação contra a Raiva, em cães e gatos. A vacinação é gratuita e obrigatória para cães e gatos, conforme Lei Municipal nº 13.131/01.
A vacina deve ser aplicada anualmente, em animais acima de três meses de idade, inclusive nas fêmeas que estiverem amamentando, prenhas ou no cio. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, animais com diarréia, secreção ocular ou nasal, sem apetite ou que estão convalescendo de cirurgias ou outras enfermidades, não devem ser imunizados.
Os animais que foram vacinados pela primeira vez devem ser revacinados após 30 dias. O proprietário deve solicitar informações sobre onde revacinar, nos postos volantes de vacinação.
As recomendações da Secretaria Muncipal de Saúde são:
• Cães dóceis devem estar com coleira e guia; serem conduzidos por pessoas com tamanho suficiente para controlá-los e contê-los, na hora da vacina;
• Crianças não devem levar os animais para vacinar;
• Animais bravos devem estar com focinheiras, para não oferecer nenhum risco de agressão ao proprietário ou a outras pessoas;
• Gatos são naturalmente muito assustados e devem ser levados em caixas de transporte ou similar, para evitar fugas ou acidentes.
A raiva é uma doença transmissível de animal para animal e de animal para o ser humano. É caracterizada pelo contágio direto, ou seja, através de mordida, arranhões ou lambedura de cães, gatos ou morcegos infectados. A raiva está controlada no município de São Paulo, desde 1983.
A relação dos postos, com locais e datas por região, pode ser obtida pela Central de Informações da Prefeitura, o 156, ou pelo site www.prefeitura.sp.gov.br/covisa.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Celulares, câmeras fotográficas e relógios estão isentos de impostos na alfândega

A partir de 1º de outubro de 2010 itens como celulares, câmeras fotográficas, relógios e outros classificados como bens de uso ou consumo pessoal estarão isentos de imposto quando trazidos como bagagem acompanhada em uma viagem ao exterior.
As novas disposições entrarão em vigor através da Portaria nº 440 do Ministério da Fazenda, assinada pelo Ministro Guido Mantega e publicada em 02/08 no Diário Oficial da União.
Não estão isentos Computadores e filmadoras e outros bens cuja quantidade, natureza ou variedade dê a idéia de importação ou exportação com fins comerciais ou industriais. Com a nova portaria não há mais a necessidade de fazer a Declaração de Saída Temporária de produtos estrangeiros que esteja sendo levados em viagem internacional.
Itens que não se enquadrem na categoria isenta ainda pode se beneficiar da cota de isenção de tributos para itens que somem até US$ 500 para ingresso no país por via aérea ou marítima ou US$ 300 para ingresso por via terrestre, fluvial ou lacustre.

domingo, 1 de agosto de 2010

32ª Festa das Cerejeiras no Parque do Carmo (Por: Riselda Morais)


Jornalista Riselda Morais no Bosque das Cerejeiras


Consul do Japão, Gilberto Kassab, Presidente de Federação Sakura e Ipê, o precursor da Festa das Cerejeiras (cadeira de rodas), Secretário do Verde e Meio Ambiente



Foi realizada neste domingo, 01 de agosto, a tradicional Festa das Cerejeiras no parque do Carmo, em Itaquera, Zona Leste. Organizada pela Federação Sakura e Ipê do Brasil com o apoio da Prefeitura de São Paulo e da SPTuris, a festa chegou à sua 32ª edição com 2.300 exemplares das espécies yukiwari, himalaia e okinawa plantadas no parque. No último mês de maio, o gramado em frente à rua do tradicional Bosque das Cerejeiras recebeu mais de 800 novas mudas da espécie yukiwari. A meta é chegar a 3 mil árvores, superando o de Washington, nos Estados Unidos, e assim, se tornar o maior bosque fora do Japão.
"São Paulo é a cidade das comunidades, aqui convive uma das maiores comunidades que é a italiana, além da libanesa, judaica e hoje é a vez da comunidade japonesa festejar, confraternizar e mostrar sua cultura. A Prefeitura participa desta festa procurando exteriorizar em nome de toda a cidade de São Paulo, o quanto é querida e o quanto é presente a comunidade japonesa na cidade", disse Kassab.
A cerejeira é a árvore símbolo do Japão e tornou-se a marca dos descendentes da comunidade nipônica que vive na região de Itaquera. Todos os anos essa comunidade pratica um ritual, conhecido como hanami, de sentar sob as cerejeiras e contemplá-las durante um bom período. O vento sopra as delicadas pétalas das flores fazendo com que elas se espalhem produzindo um belíssimo espetáculo da natureza, tal como acontece no Japão. A florada dura apenas alguns dias e esta data é a única oportunidade de conferir os caminhos formados pelas flores em tons de rosa.
O bosque também abriga outras espécies como ipês roxos, brancos e amarelos. Além disso, em 2008, no centenário da imigração japonesa no Brasil, o parque do Carmo ganhou uma obra do artista Kota Kinutani, composta por sete pedras de granito, simbolizando o sol e os seis continentes.
Ao longo do dia, os freqüentadores do parque podem apreciar as apresentações de dança folclórica, shows musicais, taikos (tambores japoneses), karaokê, ginástica rítmica e têm à disposição barracas de gastronomia típicas japonesas, como mandys, yakissoba e tempurá.