Traduzir

Pesquisar

quinta-feira, 6 de julho de 2017

PMSP anuncia concessão para vinte e dois cemitérios e um crematório

Riselda Morais

   O início do programa de concessão de 22 cemitérios e um crematório para a iniciativa privada foi anunciado nesta sexta-feira (23). As empresas que tiverem autorização para administrarem os cemitérios poderão cobrar das famílias, taxas anuais por jazigo que poderão variar entre R$ 200,00 e R$ 600,00.
O edital de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) foi publicado no sábado (24) no Diário Oficial do Município. A partir da identificação de interessados, serão feitos estudos sobre os modelos de concessão, que irão privilegiar segurança e o aumento do número de jazigos por área, com a implantação de gavetas verticais de até três caixões por túmulos verticais.
A cidade de São Paulo registra cerca de 85 mil óbitos por ano (75 mil residentes e 9 mil de outras cidades). Destes, cerca de 45 mil sepultamentos e 10 mil cremações são realizados pelo serviço público municipal. Para atender essa demanda, o serviço municipal possui cerca de 350 mil jazigos e 118 salas de velório. Em 2015, a receita com os cemitérios públicos da cidade chegou a R$ 43 milhões e os custos a R$ 51 milhões.
Segundo o secretário municipal de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit a gestão irá manter o serviço gratuito para pessoas que não tiverem condições de pagar. “Vamos garantir a gratuidade para quem não possa pagar. Quem hoje não paga e não pode pagar. Vamos garantir a gratuidade para a população carente”, afirmou Poit. 
A expectativa da Secretaria de Desestatização e Parcerias é que a concessão dos serviços cemiteriais gere investimentos e o pagamento de outorgas da ordem de R$ 1 bilhão.