Traduzir

Pesquisar

terça-feira, 29 de março de 2016

Projeto “SP Cidade Gentil” visa conscientizar a população sobre coleta seletiva

Principal objetivo é mudar o comportamento das pessoas ao descartar o lixo no dia a dia
Por: Riselda Morais



   Foi lançada nesta terça-feira (23/03), no CEU Vila Formosa, a campanha “SP Cidade Gentil”, uma parceria das concessionárias Loga e EcoUrbis com o apoio da Prefeitura de São Paulo. O objetivo da campanha é conscientizar a população sobre a importância do descarte correto do lixo, sobre a coleta seletiva e a reciclagem.
   O projeto conta com dois caminhões dourados, que são na verdade cenários, onde ocorrem entrevistas com diversas personalidades, no dia a dia da coleta seletiva.
  Apesar da porcetagem dos níveis de reciclagem ainda ser quase que imperceptível na capital paulista, durante o talk show de lançamento da campanha, o secretário municipal de serviços, Simão Pedro afirmou que a cidade tem uma série de investimentos em ações de conscientização e comunicação com a população e que a coleta seletiva e a reciclagem são prioridades para SP.
“Agora estamos levando a coleta seletiva para todos os distritos e todas as ruas com um trabalho complementar das cooperativas de catadores. Assumimos um compromisso de elevar os níveis de reciclagem de 1%, que era o que se praticava até 2013 na cidade, e hoje estamos chegando a 4% de reciclagem, em um esforço muito grande”, afirmou Simão Pedro.
Para o Diretor-presidente da concessionária Loga - Logística Ambiental de São Paulo, a conscientização da população quanto ao descarte do lixo tem fator primordial e com isto, espera-se que o comportamento da população seja mais favorável a questão do tratamento de resíduo. 
“É mesmo uma questão de comportamento, é não jogar o pepelzinho da bala no chão, é não jogar a lata de cerveja no chão do estádio ou na rua pela janela do carro, vai desde isso aí até colocar o entulho no ecoponto, separar o resíduo que é reciclável do orgânico, ter a iniciativa de fazer uma compostagem em casa, é uma questão de conscientização”, enfatizou Marcelo Gomes.
A capital paulista produz diariamente, 20 mil toneladas de lixo sendo que, 11 mil toneladas são de resíduos residenciais e do pequeno comercio, contando com duas centrais mecanizadas de triagem de resíduos sólidos, a prefeitura tem a expectativa de, até dezembro, ampliar o programa de Coleta Seletiva para beneficiar mais de 5 milhões de munícipes que ainda não contam com a coleta seletiva porta a porta.
   Com certeza, a cidade como um todo, córregos e rios agradecerão quando o esforço for conjunto, quando a população for consciente e fizer o descarte certo de seu lixo e quando houver a universalização da coleta seletiva!

quinta-feira, 17 de março de 2016

Aedes Aegypti ou pernilongo, aprenda a diferenciar as duas espécies de mosquito

Riselda Morais

Aedes Aegypti

Pernilongo

   Com o aumento das chuvas, a descoberta que o Zica Vírus pode causar a microcefalia, o aumento dos casos de dengue e da Chikungunya a preocupação da população, em especial das mulheres que querem ser mães aumentou. Encontrar um mosquito dentro de casa ou ser picado por um é preocupante, a eliminação do mosquito é a única forma de prevenir-se das doenças e para conseguirmos eliminar a espécie é importante que saibamos reconhecer o mosquito e conhecer seus hábitos.
Os dois mosquitos têm hábitos bem diferentes em relação a criadouros, horários de suas atividades e capacidade de transmissão de doenças. Enquanto o pernilongo tem coloração marron, é pequeno e ágil, faz zumbido ao voar e tem hábitos noturnos, o Aedes Aegypti é escuro com marcações brancas no corpo e nas pernas, também é ágil  mas silencioso ao voar, tem hábitos diurnos, é perigoso por transmitir doenças como a Dengue, Febre Chikungunya e a Zica, essas são algumas das diferenças entre as duas espécies de mosquito que deixam muitas pessoas na dúvida.  
O aedes aegypti se reproduz em água limpa, qualquer lugar pode ser um criadouro, desde uma tampa de garrafa até uma caixa d’água aberta, suas larvas não sobrevivem em água poluída e ataca em plena luz do dia.
O pernilongo se reproduz em água suja de rios, córregos, esgoto a céu aberto ou qualquer outro lugar que tenha água rica em matéria orgânica e ataca a noite.
  O que há em comum entre esses dois mosquitos é que todo o seu ciclo de vida, o acasalamento e a postura dos ovos, se dá dentro ou próximo de domicílios, eles se alimentam de sangue, espreitam as pessoas dentro de casa até ter a oportunidade de lhes picar e sugar o sangue necessário para produzir seus ovos. 
   A única forma de eliminar o mosquito Aedes Aegypti é eliminando os criadouros, os reservatórios de água limpa e parada: tampar caixas e tonéis de água, desentupir ralos que possam acumular água, jogar fora pneus velhos, evitar deixar garrafas e recipientes que possam acumular água da chuva em área descoberta e virá-los de cabeça para baixo, eliminar pratinhos com água embaixo dos vasos de planta, esta guerra depende de todos nós. Já para eliminar o criadouro do pernilongo, água contaminada acumulada nos córregos e rios, nos esgotos a céu aberto é de grande importância para a saúde pública, pois podem causar diversos problemas à população e depende também de nós e do poder público.
Segundo pesquisadores, o Aedes Aegypti é um mosquito totalmente diurno, está mais ativo no início da manhã e no fim da tarde, se alimentando de sangue para maturar os ovos, é arisco , foge ao primeiro movimento brusco.
O pernilongo é um mosquito noturno, que prefere se alimentar no horário em que as pessoas estão em repouso. À noite, no escuro, ele é atraído pelo gás carbônico emitido na respiração humana, voando próximo do rosto, e só depois escolhe um local para picar. É por isso que costumamos ouvir zumbidos tão característicos de sua aproximação. Apesar das diferenças os dois mosquitos convivem bem dentro de residências e buscam os mesmos abrigos: debaixo de mesas, atrás de móveis, entre cortinas e em nichos de estantes.
A diferença entre as larvas podem ser percebidas. As larvas do Culex ou pernilongo têm  o tórax e a cabeça maiores e ficam espalhadas por todo o criadouro; já as larvas do Aedes ficam nos cantos mais escuros e fogem dos feixes de luz mais rápido. Já o tempo de desenvolvimento das larvas é praticamente o mesmo, leva de 8  a 10 dias no verão. Ainda segundo pesquisadores, os ovos das duas espécies são muito diferentes. 
O Aedes aegypti põe os ovos na parte úmida próxima à lâmina d’água e não diretamente na água. Eles são capazes de ficar até um ano no seco e permanecer viáveis, capazes de originar mosquitos adultos quando encontram as condições propícias para eclodir. Juntas, essas características são muito importantes para a dispersão do mosquito e para a epidemiologia da dengue, uma vez que os ovos podem ser carregados para outras regiões pela ação humana e resistir até as chuvas do próximo verão, dificultando as ações de controle. 
Outra característica importante para a epidemiologia da dengue e Zica é que a fêmea do Aedes aegypti costuma depositar seus ovos em diferentes criadouros na mesma postura.  
O pernilongo coloca seus ovos diretamente na água, sempre todos juntos, no mesmo criadouro. Envolvendo cada um deles existe uma substância viscosa que os prende uns aos outros, formando uma “jangada”, formada por dezenas de ovos de pé, grudados entre si, flutuando na superfície da água.  Os ovos do pernilongo não têm resistência à dessecação e murcham quando retirados da água, não sendo mais viáveis. 
A quantidade de ovos colocados pelos dois mosquitos depende muito da quantidade de sangue ingerido, que é necessário para a maturação dos ovos. Em geral, as duas espécies costumam colocar cerca de cem ovos por postura, mas esse número pode chegar a 150 ou 200.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Mulheres Notáveis 2016

A jornalista e poetisa Riselda Morais é uma das homenageadas com o Pergaminho Mulheres Notáveis


Foto: Antonio Carlos B. Malta
Milton George Thame, Diretor do Jornal do Brás
e a Jornalista e poetisa Riselda Morais
   No mês das mulheres, entre as diversas comemorações, tivemos o Jantar Estrela Mulheres Notáveis 2016 no Clube Atlético Juventus, realizado pelo Jornal do Brás e pela Associação Paulista de Imprensa. 
Durante o memorável acontecimento social foram outorgados o Pergaminho Mulheres Notáveis a Insignes vultos femininos da atualidade, a mulheres que se destacaram em  diversos segmentos. Foram homenageadas, artistas, poetisas, jornalistas,  profissionais liberais e líderes femininas. Agradecemos o carinho, a lembrança, a indicação e a homenagem ao diretor do Jornal do Brás Milton George Thame!

sábado, 12 de março de 2016

A luta pela erradicação do preconceito e da violência contra a mulher

  Riselda Morais


    Neste mês das mulheres, no qual comemoramos o Dia Internacional da Mulher em 08 de março, temos muitas conquistas a comemorar, mas temos também, muitas lutas diárias pela frente até conquistarmos a igualdade de gênero, vencermos a violência e o preconceito. 
   Aos poucos, as mulheres estão ocupando cargos que antes eram ocupados exclusivamente pelos homens, essa inserção feminina está  em todas as áreas profissionais que vão desde a mulher Presidente da República, piloto da Força Aérea, piloto do Águia, médica legista, Coronel, Comandante, Major, engenheira, pedreira, taxista, motorista de ônibus ou caminhão e tantas outras profissões, em que as corajosas mulheres, mães, donas de casa e chefes de família estão desbravando novas fronteiras e indo a luta, estão identificando as necessidades organizacionais e agregando valores as equipes, antes formadas só por homens, ocupando espaços que vão desde as plataformas de petróleo até o canteiro de obras. 
   No entanto estas conquistas ainda causam estranheza e resistências na sociedade que dificulta-lhes a execução de suas funções por mais focadas e objetivas que sejam. Enquanto de um lado o mercado de trabalho atual exige requisitos encontrados nas mulheres como a sensibilidade, dinamismo, percepção aguçada, bom relacionamento interpessoal e versatilidade, por outro lado, nega seus direitos no cargo oferecendo um salário médio 30% menor que o dos homens.  Quando se trata de política, apesar de termos a presidência que é o mais alto cargo ocupado por uma mulher, o Brasil continua a ocupar 121º lugar no ranking de participação de mulheres na política. No Congresso Nacional são apenas 10% dos assentos ocupados por mulheres. Nas prefeituras também apenas 10% são ocupadas por mulheres e 12% nos conselhos municipais. Quando se trata de desempregados, o número de mulheres é duas vezes maior que a de homens.
   Segundo dados do Mapa da violência contra as Mulheres 2015, no período de 1980 a 2013, foram assassinadas 106.093 mulheres e hoje, uma mulher é assassinada a cada duas horas. Cerca de 55,3% do feminicídio acontece no ambiente doméstico, 50,3% dos assassinatos são cometidos por familiares e 33,2% dos assassinos são marido, namorado ou ex. Esses dados colocam o Brasil como o sétimo país do mundo com maiores taxas de feminicídio. 
   Segundo a ONU, diariamente 119 mulheres morrem no mundo, cinco mulheres são assassinadas por hora, vítima de seus parceiros.
   Os estupros que antes eram cometidos nas vielas, nos becos e no escuro, são agora cometidos de forma coletiva e em público, dentro de parques, escolas, campus de faculdades, festas. Segundo o 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública em 2014 foram registrados 47.646 estupros, isto representa uma média de 130,5 estupros por dia, são 5,4 estupro por hora. Em 2012 foram mais de 50.000 estupros registrados.
   Apesar das muitas conquistas femininas, ainda temos que encarar os problemas das desigualdades salariais, da pouca representatividade na política e da violência doméstica. 
   No trabalho se faz necessário que reconheçam cargos e esforços iguais com remuneração igual para homens e mulheres. A valorização profissional não deve depender de gênero e sim de competência e capacidade!    É hora dos homens de mente primitiva perceberem que devem conservar os bons costumes e não o machismo e a violência. É hora de reconhecerem que a mulher é um ser individual, com vida própria e não o objeto do qual ele se acha dono. Nos lares, é hora dos pais ensinarem aos seus meninos a mudança de atitudes e comportamentos machistas; ensinar a respeitarem as meninas, as tratarem com gentilezas e não com agressão; que nos momentos de estresse não se deve aliviar as tensões maltratando ninguém, falando com desdém, rispidez, desvalorizando; ensinar os meninos para que possam se tornar bons homens, bons namorados, bons maridos, bons pais e antes de tudo bons filhos, porque uma personalidade agressiva vai maltratar a todos, inclusive aos próprios pais. Os homens têm a responsabilidade de eliminar a violência contra as mulheres e meninas. 
  Devemos também, ensinar as nossas meninas a se dar valor e mostrar-lhes que ter valor não é ter preço. Ensinar as meninas que não devem ter medo de denunciar ameaças ou agressões e que não deixem de fazer por vergonha, pois quem deve se envergonhar é o homem ou o menino que agride uma mulher ou uma menina.  A lutar para conquistar cargos e bens por merecimento em seu trabalho, em sua profissão! Pela igualdade, para o bem e pelo avanço de uma sociedade livre e sem violência de gênero!

quarta-feira, 9 de março de 2016

Sancionada lei que amplia licença-paternidade de 05 para 20 dias

Marco Legal da Primeira Infância estabelece uma série de direitos voltados para as crianças de até 06 anos de idade!

  Riselda Morais
 A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (08), a Lei 13.257/2016 - Marco Legal da Primeira Infância que estabelece uma série de direitos voltados para as crianças de até 06 anos de idade.
   Sancionado sem vetos pela Presidente, o texto aprovado pelo Senado Federal no mês passado tem como principal avanço da legislação, o aumento da licença paternidade de 05 para 20 dias, válido também para adoção; até 2 (dois) dias para acompanhar consultas médicas e exames complementares durante o período de gravidez de sua esposa ou companheira;  1 (um) dia por ano para acompanhar filho de até 6 (seis) anos em consulta médica e também prevê identificação e prevenção dos casos de violência contra gestantes ou crianças, em mecanismo semelhante aos já adotados em outros países, por meio do sistema de saúde.
    O aumento da licença-paternidade será obrigatório, por enquanto, apenas para as empresas que aderirem ao programa Empresa Cidadã, que também possibilita o aumento da licença-maternidade para seis meses.
   A Lei prevê também que as gestantes e as famílias com crianças na primeira infância deverão receber orientação e formação sobre maternidade e paternidade responsáveis, aleitamento materno,  alimentação complementar saudável, crescimento e desenvolvimento infantil integral, prevenção de acidentes e educação sem uso de castigos físicos.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Mulher! Poetisa Riselda Morais



Dizem-te sexo frágil
Frágil? Não.
És uma guerreira!
Forte, esperta, ágil
Decidida, inteligente, companheira!

És uma, em mil maneiras
A irmã, a filha, a mãe,
a mulher transparente
a amante, a amiga,
a mulher que surpreende!

Pode ser trilhas... 
ou caminho de repente
Que de dedicação, 
cuidados e anseios
tudo entende

Despertas desejos,
respeito, amor...
Mas também a inveja,
a ira, o rancor!
Podes aflorar em faces
mil sentimentos
Quando sedutora
em todos os momentos

Que te digam o contrário,
que não admitam
Que te fazem musa,
que por vós cogitam
Mas é por ti o sorriso,
O choro, o canto
Quando dona da paixão,
Do sonho, do encanto!

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER! 08 DE MARÇO.