Traduzir

Pesquisar

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Livro Anjo Dourado é incorporado aos acervos das Bibliotecas Públicas Paulistas


Livro de poesias Anjo Dourado - autora Riselda Morais
Um total de 1500 exemplares do Livro Anjo Dourado da autora Riselda Morais está sendo incorporado aos acervos das Bibliotecas Públicas Paulistas.
Serão incorporados 300 exemplares do livro de poesias Anjo Dourado, que já estão em poder do Sistema Municipal de Bibliotecas da Cidade de São Paulo, as 107 bibliotecas públicas municipais - sendo 54 bibliotecas públicas nos bairros com dois espaços de leitura, duas bibliotecas centrais, quatro bibliotecas no Centro Cultural São Paulo, 45 bibliotecas nos CEUs, uma do Centro Cultural da Juventude e uma do Arquivo Histórico Municipal todas são abertas ao público em geral e recebem cerca de 4 milhões de consultas por ano. O livro Anjo Dourado também estará a disposição dos leitores nos Pontos de Leitura que são espaços criados em bairros desprovidos de equipamentos culturais ou de difícil acesso a Biblioteca Públicas e 6 Bosques da Leitura e Ônibus-Bibliotecas que também atendem a bairros desprovidos e conta com paradas pré determinadas para cada dia da semana.
As Bibliotecas Estaduais dos 645 municípios, também estão tendo o livro Anjo Dourado incorporado ao seu acervo através do Programa “São Paulo, um Estado de Leitor” que tem em seu poder 1.200 exemplares que serão distribuídos entre as Bibliotecas de todo o Estado de São Paulo durante todo o primeiro semestre deste ano.
O livro Anjo Dourado é minha contribuição com a literatura brasileira, tem 100 páginas e 88 poesias, fico feliz que ele faça parte do acervo e chegue as mãos dos milhões de leitores das bibliotecas públicas. Riselda Morais

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ronaldo anuncia fim da carreira fenomenal



Por: Riselda Morais
Ronaldo anuncia aposentadoria ladeado por André Sanchez e pelos filhos Ronald e Alex
      O maior artilheiro da história das Copas do Mundo está pendurando as chuteiras antecipadamente. O atacante Ronaldo chegou ao CT Joaquim Grava, na zona leste da capital paulista, nesta segunda-feira (14/02) por volta das 10h30m e foi até o campo onde os jogadores treinavam, falou com eles por cerca de dois minutos, foi aplaudido e abraçado pelos colegas. 
                Por volta das 12h:00m durante entrevista coletiva, ao lado dos filhos Ronald e Alex e do presidente do Corinthians André Sanches, o artilheiro Ronaldo anunciou sua aposentadoria como jogador profissional. O anúncio foi feito em um clima de muita emoção e mobilizou centenas de jornalistas, fotógrafos, cinegrafistas, profissionais da imprensa nacional e internacional.
“Estou aqui hoje para falar que estou encerrando a minha carreira como jogador profissional. Quero dizer que essa carreira foi linda, maravilhosa, emocionante. Muitas derrotas, infinitas vitórias. Fiz muitos amigos, não me lembro de ter feito nenhum inimigo. Enfim, estou antecipando o fim da minha carreira por alguns motivos importantes. Todos sabem do meu histórico de lesões, tenho tido nos últimos dois anos uma sequência muito grande de lesões. Essas dores me fizeram antecipar o fim da minha carreira”, declarou Ronaldo.
O fenômeno dá adeus aos gramados aos 34 anos, antecipando sua saída do futebol por motivos de saúde, ele declarou que sente muitas dores, sente dores até para subir as escadas. . "Eu perdi para o meu corpo. Esse é o momento de parar", reconheceu Ronaldo e descreveu o momento em que decidiu parar de jogar: “Minha família estava viajando. Quinta-feira (10), quando eu decidi, as dores me consumiam e eu não conseguia pensar em mais nada. O ano de 2010 foi péssimo, de muitas lesões, e começar um novo ano assim... É difícil a cabeça pensar uma coisa, você driblar o zagueiro achando que vai ganhar na velocidade como sempre fez, mas não conseguir...”, confessou o atacante, muito emocionado. 
Outro motivo que levou o atacante a decidir parar é o hipotireoidismo, baixa produção de hormônios que provoca aumento do peso (motivo pelo qual Ronaldo sofreu muitas criticas), provoca também depressão e cansaço.  “Há quatro anos, no Milan, eu descobri que sofria de um distúrbio que se chama hipotireoidismo, que desacelera o metabolismo. Para controlar, eu teria que tomar uns hormônios que não são permitidos no futebol. Muitos devem estar arrependidos de terem feito tantas chacotas com o meu peso. Eu não guardo nenhuma mágoa. Só queria explicar isso no último dia da minha carreira”, declarou o jogador.
Ronaldo agradeceu a todos os clubes por onde passou, aos patrocinadores, aos colegas que jogaram com ele e aos que jogaram contra: “Quero agradecer à minha família. Quero agradecer a todos que me criticaram e me ajudaram a ser mais forte em cada momento da minha vida. Quero agradecer à torcida brasileira que torceu por mim, que vibrou comigo, que chorou comigo e que caiu comigo", disse emocionado. 
Em sua carreira de vitórias Ronaldo elegeu dois momentos como os mais importantes: “A Copa do Mundo de 2002 foi meu título mais importante. E um dos melhores momentos foi ter visto esse bando de loucos apaixonados, ter convivido com eles e ter me tornado um eles”,disse.
 Ronaldo chorou ao pedir desculpas ao Corinthians por fracasso no projeto Libertadores ‘Quero agradecer ao presidente e pedir desculpas publicamente por ter fracassado no projeto Libertadores, dizer que você é meu irmão, que a historia foi linda aqui, maravilhosa, que continuarei vinculado ao clube da maneira que você quiser”, disse Ronaldo.
Ronaldo declarou também que seu futuro está encaminhado, vai trabalhar em sua Agência de Marketing e anunciou a fundação ‘Criando Fenômenos’, disse que o nome já está registrado e que agora tem o principal, tempo para se dedicar a ela.



sábado, 12 de fevereiro de 2011

Encontrado corpo de garoto que caiu no piscinão Aricanduva

Foi encontrado hoje, 12 de fevereiro, por volta das 16 horas o corpo do garoto Pedro que caiu ontem no piscinão Aricanduva. 
Pedro estava jogando bola na rua ao lado, a bola caiu dentro do piscinão e Pedro foi buscar, pulando a grade que "protege" o piscinão que é baixa o suficiente para uma criança pular. Pedro caiu, seu irmão que jogava bola com ele ainda tentou tirá-lo com uma corda mas não conseguiu.
Só foi possível tirar o corpo de Pedro, que tinha apenas 12 anos de idade, depois de mais de 20 horas de buscas, os bombeiros abriram as comportas para esvaziar o piscinão por completo, o corpo de Pedro estava com a cabeça enfiada na lama e um braço servindo como sustentação.
Até as 17:50 hs o corpo  ainda estava ao lado do piscinão protegido por uma viatura policial, nenhum parente havia aparecido, revelando sua triste história... Pedro não tinha pai, sua mãe está presa, quem reconheceu o corpo foi uma vizinha, dona de um bar que costumava dar comida ao garoto que estudava em uma escola próximo ao piscinão. 
Talvez a triste história de Pedro venha a se repetir com outros garotos se nenhuma providência for tomada para aumentar a segurança em volta do piscinão, uma vez que no semáforo da rua Fortuna de Minas, ao lado do piscinão está sempre cheio de crianças vendendo balas, salgadinhos, fazendo malabarismos e pedindo dinheiro, muitas vezes com uniforme escolar. 
Deixo aqui o alerta para que as autoridades competentes não esperem que mais uma vida seja ceifada para tomar providências e aumentar a altura das grades de segurança do piscinão para que outra criança sem noção de perigo não sacrifique a própria vida por uma bola.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

População terá acesso a medicamentos gratuitos contra hipertensão e diabetes



Medicamentos para o tratamento de hipertensão e diabetes começaram a ser oferecidos gratuitamente, nessa quinta-feira (3), pela rede de farmácias e drogarias conveniadas à rede Aqui Tem Farmácia Popular. Até o dia 14 deste mês, todos os 15.069 estabelecimentos credenciados já terão aderido plenamente ao programa Saúde Não Tem Preço.
A oferta de medicamentos gratuitos foi normatizada por portaria do Ministério da Saúde e viabilizada por acordo com sete entidades da indústria e do comércio farmacêutico, que reduzem sua margem de lucro sobre cada medicamento, para que o usuário o leve para casa sem nenhum custo. Em contrapartida, o ministério se compromete a ampliar a oferta de medicamentos pelo programa.
No Brasil, a hipertensão arterial é diagnosticada em cerca de 33 milhões de pessoas. Destes, 80% – ou aproximadamente 22,6 milhões de hipertensos – são atendidos na rede pública de saúde. Entre os 7,5 milhões de diabéticos diagnosticados no País, seis milhões (80% do total) recebem assistência no SUS.

Controle

No lançamento do Saúde Não Tem Preço, foi anunciado o fortalecimento dos mecanismos de controle e transparência da rede Aqui Tem Farmácia Popular: blindagem eletrônica das transações, que repele tentativas de violações à privacidade do cliente ou usuário dos serviços; implantação de um cupom vinculado, que conterá informações detalhadas sobre o comprador, o estabelecimento e o médico que prescreveu aquele medicamento; criação de um cadastro de vendedores, com controle do acesso de todos os atendentes das empresas credenciadas; e cruzamento com o Sistema de Óbito do Ministério da Previdência (SISOBI), excluindo indivíduos registrados como falecidos que estejam relacionados às vendas realizadas. A atuação de fiscalização e auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) também será ampliada. 

Programa

O Farmácia Popular foi criado em 2004, com unidades próprias conhecidas como Farmácia Popular do Brasil, para oferecer à população mais uma forma de acesso a medicamentos, além dos cerca de 560 tipos oferecidos gratuitamente nas unidades públicas de saúde. Em 2006, a estratégia foi estendida à rede privada, recebendo a denominação Aqui Tem Farmácia Popular. Atualmente, essa modalidade do programa é desenvolvida em mais de 2,5 mil municípios, beneficiando cerca de 1,3 milhão de brasileiros por mês. Destes, aproximadamente 660 mil são hipertensos e 300 mil, diabéticos.
Com exceção dos medicamentos para diabetes e hipertensão – que a partir de agora passam a ser gratuitos – o governo federal financia 90% do valor de referência dos medicamentos no Aqui Tem Farmácia Popular, cujo orçamento para 2011 é de R$ 470 milhões. Pelo programa, a população tem acesso a 24 tipos de medicamentos para hipertensão, diabetes e mais cinco doenças (asma, rinite, mal de Parkinson, osteoporose e glaucoma), além de fraldas geriátricas.
Para obter o medicamento, é necessário apresentar à farmácia CPF, documento com foto e receita médica, exigida para evitar a automedicação.  A listagem completa dos itens disponibilizados pode ser acessada em www.saude.gov.br