Traduzir

Pesquisar

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Ano Novo - Poetisa Riselda Morais (Grinalda de Trovas)


Bem-vindo seja o ano novo,
o velho ficou para trás;
vem alegrar todo o povo,
em um instante fugaz.
Em um instante fugaz,
os fogos anunciaram;
as mãos se entrelaçaram,
em um tilintar de taças.
Em um tilintar de taças,
desejando paz e amor;
brindando o ano novo,
sem distinguir raça e cor.
Sem distinguir raça e cor,
pois todos somos iguais;
sem preconceito ou rancor,
amizade é bom demais.
Amizade é bom demais,
e devemos preservar;
deixar amigos jamais,
vamos a todos abraçar.
Vamos a todos abraçar,
com prazer e alegria;
aguardando o novo dia,
um novo recomeçar.
Um novo recomeçar,
uma nova caminhada;
na qual vamos superar,
o obstáculo da estrada.
O obstáculo da estrada,
mas com fé e esperança;
e concluir a jornada,
com alegria e segurança.
Com alegria e segurança,
saudáveis e produtivos;
em paz e harmoniosos,
serenos e construtivos.
Serenos e construtivos,
sábios e benevolentes;
mais amáveis e positivos,
mais felizes, mais contentes.
Mais felizes, mais contentes,
temos um mundo mais bonito
tão melhor que é surpreendente
guardado pelo poder infinito.
Guardado pelo poder infinito
e guiado pela mão do criador
teremos um mundo bendito
Pois Deus é Paz e é amor!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Sebrae Leste II promove palestras durante comemorações de aniversário de 5 anos

Este momento de crise que o País vive é a hora dos empresários e comerciantes enxergarem novas oportunidades, trabalhar dobrado, reduzir custos e usar a criatividade ao invés de fechar  a empresa, dizem consultores!

Riselda Morais


Maria Alice Alves Moreira Gerente do SEBRAE Leste II

Talk Show com Edgar Batalha, Paola Tucunduva, Carlos Eduardo e Clodovir Vieira
      Nesta quinta-feira,  (03/12) o Sebrae Leste II comemorou seu 5º ano, promovendo evento das 18h00 as 22h00 na Faculdade Santa Marcelina, durante o qual apresentou aos micro e pequenos empresários informações sobre os desafios de empreender e palestras com orientações voltadas aos empresários que querem melhorar a gestão dos negócios, incrementar as vendas e aproveitar as oportunidades para superar a crise política e econômica atual.
Segundo a gerente do Sebrae Leste II, Maria Alice Alves Moreira, a unidade que conta com 30 profissionais realizou nestes 5 anos com foco no atendimento e atuação em Itaquera e bairros adjacentes, 220 mil atendimentos; 17 mil horas de consultoria; 1.795 palestras e 139 cursos com 2.700 participantes.
Segundo dados da Pesquisa sobre “Mortalidade e Sobrevivência das Empresas”, cerca de 58% das Micro e Pequenas Empresas com  5 anos de existência foram encerradas, seguidas por 50% das empresas com 4 anos; 46% das que tinham 3 anos e 47% das empresas com apenas 2 anos de abertura. 
Para Maria Alice as principais causas para a morte de uma empresa são: 
- Falta de planejamento prévio à abertura.
- Deficiências na gestão da empresa.
- Poucas políticas de apoio aos pequenos negócios.
- Conjuntura econômica desfavorável.
- Problemas pessoais dos proprietários.
- Comportamento empreendedor pouco desenvolvido.
      A empresária Paola Tucunduva, ministrou a palestra “Como seu comportamento pode influenciar seu negócio” e para ela este momento de crise que o País vive é a hora dos empresários e comerciantes enxergarem novas oportunidades, trabalhar dobrado, reduzir custos e usar a criatividade; ao invés de fechar  a empresa, acrescentar produtos, oferecer novos serviços, encontrar novas áreas e trabalhar com otimismo, buscando novas formas de aumentar o faturamento.
“Não se deixe contagiar com esse clima de crise e se apavorar, quando a gente fica desanimado, faz menos e desanima a equipe”, recomenda Paola e citou as dez principais características para se ter um resultado eficaz.
- Estabelecer metas.
- Planejamento e monitoramento sistemático.
- Busca de informações.
- Busca de oportunidades e iniciativas.
- Persistência.
- Persuasão de redes de contatos.
- Exigência de qualidade e eficiência.
- Independência e auto-confiança.
O consultor de investimentos, Clodovir Vieira durante a palestra “Cenários e Perspectivas econômicas para 2016” falou sobre o custo da corrupção no País que é de 90 a 120 bilhões ao ano e do rebaixamento do Brasil pelas agências de rating e lembrou que a “Standard e Poo’s está visitando o Brasil e devido a crise ela deve colocar o País em grau especulativo para investimentos. 

Clodovir acredita que 2016 será um ano difícil para a economia. “O problema maior é a total limitação no corte de gastos, já que 90,5% das receitas estão vinculadas a determinados Ministérios, assim como pelo baixo desempenho de arrecadação federal, impactadas pelas desonerações e o fraco desempenho da economia”, diz Clodovir e deixa um recado aos micro e pequenos empresários: “É o momento de replanejar para que durante o ano de 2016, você tenha um direcionamento”.