Traduzir

Pesquisar

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Secretário de Segurança oferece recompensa de R$ 50 mil por informações sobre criminoso que atirou em PM

Riselda Morais
Secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes

                                           
    Quem fornecer informações que leve a identificação e prisão dos criminosos que roubaram, na madrugada de quarta-feira (26), o caixa eletrônico dentro do Ceagesp e durante a fuga atingiram com tiro de fuzil, a cabeça da Policial Militar Adriana da Silva Andrade, de 29 anos, na Av. Nações Unidas em Vila Leopoldina, receberá recompensa de R$ 50 mil reais.
Este foi o valor estipulado pelo Secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes. É o valor mais alto oferecido pelo Governo do Estado de São Paulo, entre as recompensas previstas pela Resolução SSP-43, de 06 de maio de 2014, para resolução de crimes ou encontro de foragidos.
Quem tiver informações deve encaminhar através do site do Webdenuncia  www.webdenuncia.org.br basta entrar e seguir as instruções, não é necessário cadastro e o sigilo do nome é garantido.Ao final do procedimento, o denunciante recebe um número de protocolo e uma senha com a qual poderá acompanhar de forma anonima o andamento da denúncia, se suas informações estão sendo usadas e se terá direito a recompensa, se tiver, o site fornecerá na seção de acompanhamento, um número de cartão bancário virtual com o qual o denunciante poderá realizar, anonimamente, o resgate total ou em parcela em caixa eletrônico do Banco do Brasil.
Fica aqui a torcida para que a Policial Adriana tenha uma ótima recuperação e que aqueles que atentaram contra sua vida sejam encontrados.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Policial Militar é atingida na cabeça com tiro de fuzil durante roubo a caixa eletrônico

Riselda Morais





   A Policial Militar Adriana da Silva Andrade, da 2ª Cia do 4 BPM/M foi atingida com um tiro de fuzil na cabeça, por volta das 2h30m da manhã desta quarta-feira (26), durante um assalto a caixa eletrônico do Banco Bradesco dentro do Ceagesp, Zona Oeste da capital.
Um grupo formado por cerca de 10 homens, renderam o vigia da portaria 12, quatro deles ficaram do lado de fora,  seis entraram e explodiram o terminal com artefatos. Os bandidos fugiram a pé para a Rua Prof. Ariovaldo Silva onde haviam deixado os veículos da fuga, levaram sacos de dinheiro e uma gaveta.
A Policial atingida estava guiando uma viatura e realizando o patrulhamento de rotina na Avenida Nações Unidas, quando se aproximava do local foi atingida na cabeça, teve traumatismo craniano e perda da massa encefálica. A Policial foi levada para o Hospital das Clínicas.
    Segundo o Centro de Comunicação Social da PMESP, a Policial  passou por uma cirurgia bem sucedida, encontra-se em coma induzido e o estado dela é grave mas não corre risco de morte.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Casa desaba após explosão por vazamento de gás em Vila Prudente

Riselda Morais



    Na manhã desta quarta-feira (19),uma casa desabou após uma explosão por vazamento de botijão de gás e três pessoas ficaram feridas, uma idosa sofreu queimaduras e outras duas pessoas ficaram presas no escombros.
   Segundo testemunhas, na casa moravam apenas um casal de idosos e a explosão abalou casas vizinhas.
   Seis viaturas do Corpo de Bombeiros do 3º GB dos Postos de Vila Prudente, Moóca, Belém e Tatuapé atenderam a ocorrência, também estiveram no local equipes do 19º BPM/M e o Águia foi acionado. O caso foi registrado no 70º DP.
   Os bombeiros recomendam que ao sentir o cheiro característico de vazamento de gás, a pessoa deve proceder da seguinte forma:
1) Tire as pessoas de dentro da casa;
2) Abra as janelas e portas e desligue a energia elétrica;
3) Retire o botijão e o coloque na rua;
4) Faça uma verificação da validade da mangueira e regulador de pressão, eles têm a validade de 5 anos.

Em caso de emergência ligue para os Bombeiros 193.

Moradores de São Mateus protestam por morte de menino de 9 anos em ciclovia

Riselda Morais



Nesta terça-feira (18), os moradores do bairro de São Mateus, Zona Leste da capital paulista, realizaram uma manifestação em protesto da morte de Tiago, de 9 anos, que foi atropelado no domingo (16), por uma Van, enquanto estava na ciclovia da Avenida Bento Guelfi.
Os moradores afirmam que a ciclovia que fica bem no meio da avenida é perigosa, mesmo sendo sinalizada, ter balizadores e faixa de pedestres, os motoristas não respeitam. Durante o protesto, manifestantes queimaram pneus e fecharam a avenida.

Vingança pode ter motivado as três últimas chacinas em Osasco

Governador Geraldo Alckmin  e SSP anunciam recompensa de R$ 50 mil a quem ajudar a solucionar mortes da chacina do dia 13/08.

Riselda Morais



      Uma força-tarefa composta de 50 policiais civis da região e do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), doze peritos e  oito médicos legistas foi criada para investigar com maior rapidez e eficácia a apuração dos crimes cometidos na noite da quinta-feira, (13/08). Na chacina, que teve início por volta das 21 horas e término aproximado as 23 horas, foram mortas 15 pessoas em Osasco, 03 em Barueri e deixou 06 pessoas feridas. Em pânico, um dos sobreviventes fugiu da cidade logo após a chacina.
   Segundo o Secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes o policiamento ostensivo de toda a região foi reforçado com 43 viaturas da Rota, do Comando de Operações Especiais (COE) e da Força Tática, totalizando 83 PMs para garantir a segurança da população. 
   As investigações seguem várias linhas. “Nenhuma hipótese foi descartada, todas serão analisadas paralelamente”, enfatizou o secretário que não descarta o envolvimento de PMs na chacina.
   Segundo o secretário, foram encontrados nos locais das chacinas, cápsulas de armas de calibre 380, cal 45, cal 38., além de projéteis de 9 mm, que são de uso exclusivo das Forças Armadas.
“Todas as cápsulas encontradas pelos peritos foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística para ver se há relação com os armamentos utilizados em cada caso”, explicou Moraes.
    As investigações apontam que pelo menos três grupos distintos, compostos por no mínimo 10 criminosos podem ter cometido as mortes.
   Houve vítimas em oito locais diferentes em Osasco, na Rua Antonio Benedito Ferreira, onde oito pessoas foram mortas, testemunhas identificaram um Peugeot prata como o veículo utilizado pelos criminosos encapuzados. O mesmo veículo prata foi visto na Rua Moacir Sales D”Ávila, onde uma pessoa foi morta e duas ficaram feridas.
   Em Barueri duas pessoas foram mortas na Rua Irene e uma na Rua Carlos Lacerda.
   Segundo Alexandre de Moraes, o Peugeot prata esteve em pelo menos cinco locais e uma moto preta foi vista em três endereços de Osasco. “O carro era ocupado por quatro pessoas e a moto, por duas, resultando em pelo menos seis suspeitos”, informou o secretário.
   Em Barueri, os investigadores identificaram através de imagens e depoimentos, um Sandero prata, como veículo utilizado pelos criminosos.
video   Há suspeita de que policiais estejam envolvidos na chacina por vingança pela morte do cabo Avenilson Pereira de Oliveira, em um posto de gasolina, no dia 08 ou de um Guarda Civil morto em Barueri. Os comportamentos vistos nas gravações da hora da chacina em um bar mostra que as pessoas foram colocadas em posição de revista, foram questionadas sobre quem “tem passagem” e a forma de atirar revela treinamento policial.  Na terça-feira (18), a Corregedoria da Polícia Militar convocou 32 policiais que trabalhavam na noite em que ocorreu o crime.
   O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin anunciou a recompensa de R$ 50 mil para quem fornecer informações que possam levar a identificação e a prisão dos autores dos homicídios e afirmou que os denunciantes ficarão protegidos por programa de proteção. “Quem der uma indicação que levará ao esclarecimento do crime receberá R$ 50 mil”, informou Alckmin.
   O Secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes declarou na segunda-feira (17): “Vamos editar uma resolução, com base em um decreto do governador Geraldo Alckmin, para que pessoas que fornecerem informações importantes para as investigações recebam uma recompensa de R$ 50 mil”, e afirmou: “Acreditamos que mais informações podem ser fornecidas. [A denúncia] é um instrumento válido. É importante para a sociedade poder colaborar e nós temos absoluta certeza que irá haver colaboração”.
   A identidade do denunciante será mantido em sigilo absoluto e as denúncias podem ser feitas pelo site do Web-Denúncia, webdenuncia.org.br basta seguir as instruções. Não há a necessidade de realizar cadastro ou identificação pessoal. Ao final do processo, a pessoa recebe um número de protocolo e uma senha para acompanhar anonimamente o andamento da denúncia e checar se receberá a recompensa.
   Para receber a recompensa, o site fornecerá, na seção de acompanhamento, um número de cartão bancário virtual com o qual poderá fazer o resgate total ou em parcelas do valor em qualquer caixa eletrônico do Banco do Brasil, sem a necessidade de que ele se identifique. 
   Osasco, na grande São Paulo, é uma cidade marcada pela violência. Uma semana antes da chacina, na madrugada do dia 8 de agosto, poucas horas depois da morte do cabo Avenilson Pereira de Oliveira, durante um assalto em um posto de gasolina, cinco pessoas foram assassinadas em um período de seis horas. 
Em 2012, oito pessoas foram assassinadas nos mesmos locais onde ocorreram 15 das 18 mortes na noite da quinta-feira, Mutinga, Munhoz Junior e Jardim Rochdale. Os policiais identificaram como vingança, dois policiais do 42º Batalhão foram presos como suspeitos das execuções. Dois dias antes das mortes, um PM sofreu uma tentativa de homicídio, por isso os colegas da corporação se vingaram. Um está preso preventivamente e o outro aguarda julgamento em liberdade.
   Quatro meses depois, também no Jardim Rochdale, 11 pessoas foram baleadas e 04 morreram em uma festa de aniversário, entre elas, uma criança da 05 anos. Dois PMs foram acusados do crime mas não foram julgados.
   Em fevereiro de 2013, cinco pessoas foram mortas também no Jardim Rochdale, por homens em um carro preto escoltado por duas motos, dias depois do PM Luiz Carlos Nascimento Costa ter sido assassinado ao sair de uma farmácia.
   Há alguns pontos em comum entre as três chacinas, todas aconteceram após morte ou tentativa de assassinato de policiais e a maioria dos mortos têm passagem pela polícia. 

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Faixas com pintura apagada põem pedestres em risco em frente à estação do metrô Guilhermina-Esperança

Usuários reivindicam a sinalização na Rua Astorga, em frente a saída da estação e a volta da cabine de recarga do bilhete único

Riselda Morais

Motorista avança sinal vermelho e ignora pedestres atravessando na Rua Astorga


 Faixas de trânsito com a pintura apagada causam transtornos e colocam a vida de pedestres em risco, na Rua Astorga em frente a saída da estação do Metrô Guilhermina-Esperança. 
    Os veículos não respeitam o semáforo, nem o sinal de pedestres e ainda estacionam bem no espaço que deveria estar a faixa. Por ela só existir no imaginário de quem um dia a conheceu, por várias vezes, enquanto se está atravessando os carros e ônibus avançam nos pedestres, podendo causar acidentes e até morte.
    A sinalização comprometida e confusa não é respeitada, causa transtornos e representa riscos para os transeuntes. Motoristas, como o flagrado na foto acima, simplesmente avançam o sinal vermelho mesmo enquanto os pedestres estão atravessando e o sinal de pedestre está verde. 
   De acordo com as leis de trânsito, os condutores devem dar passagem aos pedestres nas faixas quando a sinalização não está próxima de um semáforo. Neste caso há o semáforo, mas os motoristas que estacionaram no local alegaram que não conseguem identificar a faixa de travessia por causa da pintura apagada.
   Outra reclamação dos usuários, é o fato da cabine de recarga do bilhete único ter sido fechada nas estações do metrô. Na estação Guilhermina-Esperança, por exemplo, retiraram a cabine toda, o que faz com que os usuários fiquem ainda mais tempo sem ter como realizar recarga de modo que tenham recebimento de troco e não há informe de quando retornará o serviço. Atenção CET e SPTrans!

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Vereador Andrea Matarazzo se coloca à disposição do PSDB para ser candidato a Prefeito de São Paulo

  Riselda Morais



    O vereador Andrea Matarazzo, se colocou à disposição de seu partido, o PSDB, para ser candidato a prefeito de São Paulo.
"Eu amo São Paulo e quero fazer daqui uma cidade melhor para se viver.  São Paulo é o lugar onde nasci e na qual passei meus 58 anos de vida. É a cidade que minha família ajudou a construir. Conheço cada canto de São Paulo, desde as ruas arborizadas dos Jardins até as vielas mais humildes de qualquer ponto da periferia. E tenho muitos projetos para transformar a vida dos paulistanos", declara Andrea. 
   O paulistano Andrea Matarazzo, foi eleito vereador em 2012 com  117.617 votos e já havia manifestado essa intenção em algumas coletivas de imprensa, segundo ele, tem esse objetivo desde 2006, mas não pretende se candidatar a outros cargos além de prefeito.
    Andrea tem um longo histórico dedicado a carreira pública, foi Secretário de Cultura (2010- 2012), Secretário de Coordenação das Subprefeituras de São Paulo entre 2007 e 2009, foi Subprefeito da Sé (2005/2007) e secretário municipal de Serviços de 2005 a 2006. Exerceu o cargo de Embaixador do Brasil na Itália (2001/2002) e Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação de Governo da Presidência da República (1999/2001).
Já ocupou, também, os seguintes cargos: Secretário de Energia do Governo do Estado de São Paulo (1998), Presidente da Companhia Energética de São Paulo – CESP (1995/1998), Secretário de Política Industrial do Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo (1992/1993) e Assessor Especial do Ministério da Educação e Cultura (1991/1992).