Traduzir

Pesquisar

terça-feira, 29 de abril de 2014

Secretário Municipal de Saúde anuncia que a Vila Carrão terá unidade da Rede Hora Certa e uma UPA 24 h

Riselda Morais
Riselda Morais entrevista Secretário Municipal de Saúde José de Filippi
"Recebemos denúncias muito graves que precisamos apurar", declarou José de Filippi a Riselda Morais
Vereador Massataka Ota, Vereadora Sandra Tadeu, Subprefeita Dilian Guimarães, Secretário de Saúde José de Filippi e a Deputada Federal Keiko Ota

O Secretário de Saúde, José de Filippi visitou, na quinta-feira (24), a subprefeitura Aricanduva/Carrão/Formosa. Durante o encontro o secretário ouviu reclamações e denúncias dos munícipes, falou sobre o avanço dos casos de dengue na cidade e sobre as ações de prevenção que estão sendo tomadas, logo depois anunciou que o antigo Hospital Carrão será reformado e abrigará uma unidade da Rede Hora Certa e uma UPA 24 h .         
Segundo o secretário os avanços nos casos de dengue teve um aumento de 70% na comparação com o mesmo período de 2013. “As notificações chegaram a 3.050 neste ano e representam taxa média de incidência de 27,1 casos para 100 mil habitantes. A situação é crítica no Jaguaré, Lapa, Rio Pequeno e Tremembé”, declarou o secretário.
Segundo a Secretaria de Saúde, Vila Carrão  (87,7) está entre os distritos da Zona Leste com maior incidência de casos de dengue, comparado a média da cidade (27,1), seguido da Vila Jacuí (85,7) e Cidade Líder (49,8).
Durante o encontro com moradores do bairro, o Secretário anunciou que a Vila Carrão receberá um Hospital-Dia da Rede Hora Certa e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 h, as novas unidades funcionarão no antigo Hospital da Avenida Conselheiro Carrão. 
A vinda do hospital vem atender a uma antiga reivindicação da população, que conta com o apoio do Vereador Massataka Ota e da Dep. Federal Keiko Ota que também são moradores do bairro. 
“Nós lutamos há 18 anos pelo ambulatório na região. Pedimos que fosse desapropriado o hospital que está há anos fechado, sendo que nós necessitávamos de um local para atendimento”, afirmou a líder comunitária Virgínia Floripes de Argelis.
José de Filippi lembrou que a região tem cerca de 500 mil habitantes e ainda não conta com nenhum pronto-atendimento, esclareceu que a UPA será instalada em parceria com o Ministério da Saúde, estimando que funcionará a partir de 2015 em regime de pronto atendimento e emergência adulto e infantil 24 horas e falou sobre a desapropriação do imóvel que tem cerca de 3,4 mil metros quadrados.
Ainda segundo o Secretário, o prédio precisa de reforma e adaptações para se enquadrar as exigências e necessidades de um novo hospital e para que isto aconteça técnicos da prefeitura estão avaliando as obras necessárias para colocar as unidades em funcionamento.
“Nós estamos fazendo um estudo para avaliar as intervenções que serão feitas para instalar em um andar a Hora Certa e no outro a UPA. É um imóvel muito bem localizado, tem transporte perto e pode no futuro abrigar ainda outros serviços, como atendimento de saúde mental e de reabilitação”, explicou o secretário.
O secretário ouviu muitas denúncias dos munícipes sobre a falta de médicos nos hospitais e UBSs da região, em especial da UBS Integral Maringá/Talarico que foi inaugurada em 17/09/2013 para funcionar com uma equipe de 120 profissionais de saúde com atendimento em especialidades clínicas como ginecologia e obstetrícia, pediatria, psicologia e assistência social, enfermagem, entre outras para realizar o atendimento da demanda espontânea - pessoas que buscam o atendimento sem horário prévio - além do atendimento agendado e na prática a população não está conseguindo ser atendido sem horário prévio, o agendamento de consulta com ginecologista para prevenção da Saúde da Mulher está com prazo de 45 a 60 dias e a coleta do exame Papanicolau tem sido realizada por uma enfermeira, além do mais, a consulta para Clínico Geral sequer tem agenda aberta. 
Participaram do encontro na Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão, a Deputada Keiko Ota, Ver. Massataka Ota, Verª. Sandra Tadeu, Subprefeita Dilian Guimarães, o Secretário Municipal de Saúde José de Filippi, líderes comunitários e moradores da região.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Arena será entregue a FIFA em maio, mas estará à disposição do Corinthians a partir do dia 15 de abril

Arena está com 98% das obras concluídas, mas obras viárias e estruturais do entorno estão muito atrasadas

Riselda Morais                                                                    Foto: Antonio Carlos Borges Malta
Ricardo Corrégio, Andrés Sanchez e Vereadores Toninho Paiva, José Luiz Rizzo, Edir Sales e Reis 

A Arena Corinthians será entregue oficialmente a FIFA dia 15 de maio, mas ficará à disposição do Corinthians a partir do dia 15 de abril, afirmou o assessor do SP Copa - Comitê Integrado de Gestão Governamental Especial para a Copa do Mundo de 2014, José Luiz Rizzo, nesta sexta-feira, (04/04), a Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Câmara Municipal que visitou a Arena Corinthians. “Vamos conseguir entregar nessa data,” afirmou Rizzo.
Durante a visita, Ricardo Corrégio , gerente operacional da Odebrecht,  empreiteira responsável pela obra afirmou para os vereadores Toninho Paiva, Reis e Edir Sales que o cronograma da obra está sendo cumprido, que a Arena já está com 98% das obras concluídas e explicou que naquele momento, estava sendo feito o decimbramento da cobertura metálica da arquibancada norte. “Essa operação consiste em remover os apoios provisórios instalados na parte superior de cada um dos cinco pares de torres provisórias que até então sustentavam a estrutura definitiva do telhado”, explicou Ricardo Corregio.
Na ocasião, também esteve presente em reunião no Nível 1 da Arena o Superintendente Regional do Ministério do Trabalho em São Paulo, Luiz Antonio Medeiros, O Ministério Público do Trabalho move quatro inquéritos na Arena Corinthians, um deles se refere ao acidente que provocou a morte de dois funcionários após o desabamento do guindaste em 27 de novembro e outro ao caso do acidente do dia 28 de março, que causou a morte de um operário, realizou inspeção no local e requisitou às empresas responsáveis pela instalação das arquibancadas as documentações que comprovem a adoção das medidas exigidas em lei, relativas à segurança e saúde dos operários em sua atividade laboral.
O Vereador Toninho Paiva lembrou que trata-se de uma obra grandiosa, para a abertura da Copa que é o maior evento do planeta e por isto traz preocupação. “Acabou de se retirar daqui, o Secretário do Ministério do Trabalho, que assumiu o compromisso, juntamente com o Andrés Sanchez, que é o responsável por parte do Corinthians na obra, de que todas as irregularidades que foram comentadas serão sanadas a partir de hoje”, afirmou Toninho.
Ainda segundo Ricardo Corrégio, os questionamentos feitos não se referem a parte que a Odebrecht executa, mas sim a empresa Fast Engenharia, uma terceirizada que executa as obras nas arquibancadas e o Ministério do Trabalho exigiu procedimentos de segurança como as instalações de um guarda-corpo - uma estrutura que protege o operário de um possível desequilíbrio -, cabos de aço longitudinais e redes de proteção e a presença de um técnico de segurança em cada andar das obras, quando todas as exigências forem atendidas as obras das estruturas das arquibancadas norte e sul serão desinterditadas.
Segundo o Vereador Reis esta é a segunda visita que a Comissão faz a Arena e falou de forma positiva sobre o andamento das obras.   “A empresa Odebrecht está cumprindo dentro do seu cronograma aquilo a que se propôs, no entanto, as obras viárias e de infraestrutura do entorno estão bem atrasadas”, observou e comentou sobre o acidente “detectamos que as condições de segurança estão sendo reavaliadas, porque tem algum problema que acabou causando a morte de um profissional que estava montando as arquibancadas”. 
Segundo Andrés Sanchez, a capital paulista tem 9 milhões de torcedores e em todo o Estado são 17 milhões de torcedores Corinthianos, para eles a Arena traz algumas novidades. Além de ter o maior vão livre do Brasil com 170 metros e o maior telão, haverão quatro circuitos de visitação diariamente e na área de aquecimento exclusiva para o Corinthians, um mini campo de 20x30 m, terá uma pequena arquibancada com 84 cadeiras onde o fiel torcedor poderá assistir ao aquecimento do time antes de entrar em campo, já as vagas de estacionamento serão vendidas junto com as cadeiras ou camarote.
Segundo Corrégio, dia 18 já serão colocados armários nos vestiários e móveis e entrará uma terceira empresa com a execução das adaptações para a FIFA.
“O serviço da Odebrecht  que falta finalizar é a parte de asfalto externo e atrás dos gols, fica pronto até o dia 15 de abril, e a cobertura, descolando a estrutura provisória e tirar as torres em paralela aí a gente já tira os blocos e coloca cadeiras para até o dia 15 finalizar o trabalho”, explicou Corrégio. 
Há uma pré programação do Corinthians para no dia 20 fazer um jogo teste entre Corinthians x Corinthians para um número entre 15 e 25 mil pessoas, usando o lado Leste superior e inferior e o lado Oeste inferior e talvez no dia 27 de abril realizar uma estréia da Arena jogando contra o Flamengo.