Traduzir

Pesquisar

terça-feira, 13 de agosto de 2013

35ª Festa das Cerejeiras atraiu cerca de 40 mil visitantes ao Parque do Carmo

       Riselda Morais
Visitantes apreciam a beleza, caminham entre as árvores Sakura,
sentam sob as cerejeiras, sentem as flores e as contemplam.

Apresentação de dança
Masataka Ota comparara a delicadeza da flor de Sakura às mulheres brasileiras

       Nos dias 03 e 04, primeiro fim de semana do mês de agosto como já é tradição, foi realizada no Bosque das Cerejeiras do Parque do Carmo, a 35ª Festa das Cerejeiras. 
Durante o evento, cerca de 40 mil pessoas de todas as idades, contemplaram a florada dos mais de 4 mil pés de Sakura, das espécies yukiwari, himalaia e okinawa plantadas no Bosque das Cerejeiras. 
A contemplação das flores acontece apenas uma vez ao ano, pois a floração dura apenas dez dias, mas antes que as pétalas das delicadas flores se dispersassem  no ar produzindo um belíssimo espetáculo da natureza, os visitantes puderam apreciar a beleza, caminhar entre as árvores Sakura, sentar sob as cerejeiras, sentir as flores e contemplá-las durante um bom período.
Além de apreciar as flores, os visitantes puderam assistir a diversas atividades artísticas, entre elas, apresentações de dança típica japonesa, exibições dos grupos de Taiko e Tambores japoneses com suas batidas ritmadas e saborear pratos da culinária japonesa como mandyu (doce recheado com massa de feijão azuki), yakissoba, udon (macarrão ensopado), sakura moti, tempurá, dorayaki e obentô.
Organizada pela Federação Sakura e Ipê do Brasil, a festa já faz parte do calendário oficial da cidade.
O Vereador Masataka Ota comemorou o fato da Sakura ter se dado bem aqui no Brasil que é um País tropical  e comparou a delicadeza das flores as mulheres brasileiras. “Há 35 anos atrás essa planta veio para o Brasil e deu certo, hoje temos milhares de árvores Sakura e todo ano a gente faz essa homenagem, porque essa flor é pequenininha, mas é delicada como as mulheres brasileiras, eu acho que isso é importante, a beleza das flores da Sakura.
A cerejeira é a árvore símbolo do Japão e tornou-se a marca dos descendentes da comunidade nipônica que vive em São Paulo, resgatando a tradição do povo japonês. 
Todos os anos essa comunidade pratica um ritual o “hanami”. 
O Parque do Carmo é localizado à Avenida Afonso de Sampaio e Souza, 951 na Zona Leste da capital paulista.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Ministra da Cultura Marta Suplicy lança plano de ação cultural para a Copa do Mundo 2014

Riselda Morais

Ministra da Cultura Marta Suplicy lança plano de ação cultural para a Copa do Mundo 2014
Ministra da Cultura Marta Suplicy durante coletiva de imprensa

Trabalhador presenteia a ministra
Participaram pessoas ligadas a cultura 
         A ministra da Cultura Marta Suplicy, lançou nesta quinta-feira (08/08), na Arena Corinthians em Itaquera, o Concurso Cultura 2014. “Nós escolhemos lançar aqui, porque aqui vai ser a abertura da Copa do Mundo”, afirmou Marta.
Com o objetivo de exibir a produção artística e a riqueza cultural do Brasil a ação irá ampliar as agendas de atrações culturais das 12 cidades-sede da Copa do Mundo para propiciar e ampliar as ações artísticas e culturais brasileiras de intercâmbio, circulação, criação e conhecimento nas áreas de música, dança, literatura, artes visuais, circo, teatro, audiovisual, manifestações tradicionais, gastronomia, artesanato, moda, design, arquitetura e patrimônio.
“ A cultura é que dá identidade a um país”, afirmou Marta e manifestou o desejo de ampliar os conhecimentos das pessoas para as riquezas culturais brasileiras ainda desconhecidas para estrangeiros e até mesmo para brasileiros: “Nós temos que nos conhecer culturalmente também, além disso, a gente vai mostrar para fora o outro Brasil, além do que já se conhece, este é o grande desafio”, enfatizou.
A ministra falou da grandeza e da diversidade das artes brasileiras, sendo este, segundo ela, um grande legado que ficará depois da Copa do Mundo 2014. “Nossa cultura tem uma identidade nacional forte, a identidade do samba, do carnaval, da música, do futebol. Nós temos uma identidade positiva, o que nós temos que fazer é ampliar essa identidade para as maravilhas que as pessoas não conhecem”, explicou Marta e acrescentou “Quando acabar a copa a gente quer que a nossa imagem tenha se ampliado, tenha mudado”.
A deputada Luciana Santos, presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura falou sobre a diversidade cultural brasileira como patrimônio material e imaterial que ficará como legado. “Nós precisamos mostrar aquilo que é um dos maiores patrimônios brasileiros, que é o seu jeito de ser, seus comportamentos, suas linguagens”, diz Luciana.
O  representante do Corinthians, Andrés Sanchez falou sobre o crescimento e o desenvolvimento da Zona Leste da capital paulista com a vinda da Arena Corinthians e as consequências positivas e negativas. “Todo crescimento traz coisas muito boas e traz algumas coisas que não são tão boas para algumas pessoas, essas pessoas têm que lutar para ir para um lugar melhor do que estão (...) Infelizmente na zona leste tem muita invasão, coisas que as pessoas sabem que não são corretas”, disse Andrés referindo-se a transferência dos moradores de uma comunidade carente que fica próximo a Arena.
Serão investidos cerca de 74,5 milhões de formas diferentes, sendo assim descritas pela Ministra Marta Suplicy: 
- 19 milhões para a parte de cultura.
- 17,5 milhões para a Revitalização de equipamentos, recuperar equipamentos de cultura escolhidos pelas cidades-sede: Curitiba, Fortaleza, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo .
- 20 milhões da Petrobrás para museus.
- 2 milhões para flash mob.
- 12 milhões para espaço cultural Fan Fest (o Ministério passa para as prefeituras que farão as tendas).
- 4 milhões para a comunicação.
O senador Antonio Carlos Rodrigues falou da grandeza dos investimentos, sobre a Copa 2014: “ O mundo todo estará com os olhos voltados para o Brasil”, disse e concluiu: “Investir em cultura é acreditar no Brasil”.
O Concurso Cultura 2014 - em parceria com governos estaduais e municipais – proporcionará uma programação cultural ininterrupta de 10 de junho a 15 de julho de 2014. Artistas e grupos interessados poderão se inscrever a partir do dia 9 pelo sistema SalicWeb, no site do Ministério da Cultura (www.cultura.gov.br). 
Participaram do evento: Irmãos Otaku, Sérgio Mamberti, Presidente da Funarte (Fundação Nacional de Artes) e da Fundação Palmares, Guti Fraga, Senador Antonio Carlos Magalhães, Deputada Luciana Santos, Secretário Executivo de Cultura Marcelo Pedroso, o representante do Corinthians Andrés Sanchéz, Presidente da Fundação Palmares Ivo Cobra, Secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural Márcia Rollemberg, Presidente da Cooperativa Paulista de Teatro Rudifran Pompeu, Deputada Estadual Leci Brandão, Vereador Reis, Elder Vieira Gerente de Projetos do Ministério do Esporte, os músicos da Orquestra Filarmônica de Paraisópolis (abriram o evento) e artistas do Grupo de Teatro Ponto de Cultura, além da imprensa e de funcionários da Odebrecht que constroem a Arena.