Traduzir

Pesquisar

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Governador José Serra entrega ETEC Artur Alvim na Zona Leste da capital

Por: Riselda Morais

Secretário de Desenvolvimento Geraldo Alckmin visita salas de aula.

Kassab e Alckmin já estão se entendendo, vamos fazer ETECSnos CEUS que vão funcionar a noite, disse o governador José Serra.






Kassab fala sobre escândalo da merenda escolar


Etec Arthur Alvim.

O Governador José Serra, o secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, ao lado do prefeito Gilberto Kassab entregaram oficialmente na quarta-feira, dia 11/02 a Escola Técnica Arthur Alvim.
"O ensino é uma grande prioridade e o ensino técnico é uma prioridade muito especial para nós, porque vai no coração dos problemas de São Paulo, de emprego para os jovens e desenvolvimento, ter mão de obra treinada, qualificada, para poder produzir mais e ganhar melhor", enfatizou o governador.
O secretário de Desenvolvimento Geraldo Alckmin declarou que existe na capital cerca de 5 mil vagas no ensino técnico e pretendem chegar a 15 mil, sem contar os CEUS onde será oferecido o ensino técnico no período noturno e ressaltou a importância das escolas técnicas na qualificação profissional e no combate ao desemprego, lembrou que segundo pesquisa do Sistema de Avaliação Institucional (SAI), quatro de cada cinco alunos das Etecs conseguem emprego um ano após a conclusão do curso.
"A melhor resposta para a crise é a educação. A educação é o caminho para o trabalho", declarou Alckmin e contou que "Um jovem da Etec de Itaquera, depois de um ano de formado, acaba de ser contratado pela IBM com um salário de R$ 5 mil".
O prefeito Gilberto Kassab ressaltou a importância do ensino profissionalizante para a cidade de São Paulo. " As pessoas precisam de emprego, São Paulo precisa de mão-de-obra qualificada, e o ensino técnico nos dá essa possibilidade".
Durante coletiva, Kassab falou aos jornalistas sobre as denúncias de propina, do caso da merenda escolar no município, afirmou que sua administração é transparente, que atua com rigor e que será implacável com qualquer um que cometa irregularidades." Nos acreditamos que o melhor para a cidade de São Paulo, mais de um milhão de alunos, é a terceirização com qualidade, com rigor na fiscalização, porque uma cidade com essa dimensão no ensino público, a nossa condição é decidir", afirmou.
A Etec Arthur Alvim é a 21ª Etec da capital paulista, terá capacidade para 1200 alunos, tem 12 salas de aula, laboratório, oferece para os cursos de Automação Industrial, Edificações com ênfase em Projetos ou Desenho da Construção Civil e Eletrônica, 80 vagas de manhã, 40 vagas à tarde e 40 vagas no período noturno, nos cursos anteriores o número de vagas também aumentou, totalizando 400 vagas.
A Etec iniciou suas atividades no segundo semestre de 2008, o prédio foi cedido pela Secretaria da Educação e o Governo do Estado investiu cerca de R$ 1,3 milhão na reforma e adequação das instalações, mobiliário e equipamentos tiveram um custo de R$ 280 mil.
Além da Etec Arthur Alvim, integram o plano de expansão para o ensino profissional a Etec de Artes, Itaquera, Dra. Maria Augusta Saraiva, Parque da Juventude, Sapopemba e Vila Formosa.
Participaram do evento o Governador José Serra, o vice-governador Alberto Goldman, o secretário de Desenvolvimento Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, a Superintendente do Centro Paula Souza Laura Laganá, o diretor da Etec Arthur Alvim Gerson Fernandes, o deputado João Barbosa, os vereadores Carlos Alberto, Gilson Barreto, Toninho Paiva, Adolfo Quintas, Jucelino Gadelha, o presidente das Obras Sociais Dom Bosco Padre Rosalvino, o Subprefeito de Itaquera Laert, os subprefeitos da Penha, Guaianases e Butantã.